São Paulo F.C



Destaque do clássico, Ganso elogia comprometimento da equipe

Empenhados na marcação e envolventes no ataque, Tricolor contou com grande atuação do Maestro

1724.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

Dominando boa parte da partida, com atuações impecáveis do Maestro, Alvaro Pereira e Kaká, o Tricolor não merecia qualquer resultado que não fosse um triunfo neste final de semana. Empenhados na marcação e envolventes no ataque, os jogadores são-paulinos acreditaram até o apito final que era possível sair de campo com os três pontos.

E assim que a bola parou de rolar no Morumbi, na vitória são-paulina por 2 a 1, o meio-campista Paulo Henrique Ganso elogiou o comprometimento de seus companheiros. Destaque da partida, o autor do primeiro gol do San-São deixou o gramado contente com a exibição do São Paulo, que assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro de 2014.

"O importante foi a vitória, porque a gente quer buscar o título. Todos se empenharam na marcação e isso é importante, porque essa entrega é fundamental para que a gente continue subindo na tabela e perseguindo o Cruzeiro (líder)", avaliou o camisa 10, que anotou um verdadeiro golaço na capital paulista.

Aos 23 minutos do primeiro tempo, Paulo Miranda bateu lateral, Kardec escorou de cabeça e Ganso dominou, girou e chutou de esquerda, no ângulo esquerdo! Golaço do camisa 10! De gênio!  E muita festa dos jogadores e torcedores na comemoração do belo gol do Maestro.

"Teve um gosto especial por ser no meu ex-clube, mas eu prefiro valorizar a nossa vitória. O resultado era o mais importante e, felizmente, conseguimos sair de campo com os três pontos", acrescentou o armador tricolor, que distribuiu carrinhos para ajudar o time e foi genial ofensivamente.

O duelo deste domingo (24), válido pela 17ª rodada, parecia definido quando os visitantes anotaram o gol de empate. Gabriel, de pênalti aos 40 minutos, deixou tudo igual. Sem acusar o golpe ou deixar o Santos tomar conta do jogo, o Tricolor foi guerreiro para conquistar mais uma importante vitória no Brasileirão.

Aos 42, após bela e envolvente troca de passes, Denilson lançou Pato. O camisa 11 chutou, Aranha defendeu, mas o atacante são-paulino estufou as redes no rebote: 2 a 1! Festa no estádio, arquibancadas tremendo e Tricolor no 'G-2'.