São Paulo F.C



Em alta, Ganso atribui boa fase ao grupo

Nos últimos cinco jogos do Tricolor, Maestro deu quatro assistências e marcou um gol

0543.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

Camisa 10 do Tricolor e um dos responsáveis pelas armações das jogadas, o Maestro Paulo Henrique Ganso vive grande fase.  Os números mostram a importância do meio-campista, que tem se destacado nos últimos duelos do São Paulo na temporada 2014. Contra Criciúma (1 x 1), Vitória (3 x 1), Bragantino (3 x 1), Palmeiras (2 x 1) e Internacional (1 x 0), o meia  deu quatro assistências e marcou um gol.

"Vivo um excelente momento, mas devo isso ao time também. Todos estão crescendo ao longo do Campeonato Brasileiro e vivendo um momento bom. Queremos conquistar títulos e, por isso, tento fazer a diferença dentro de campo. Sei da minha responsabilidade e procuro ajudar os meus companheiros", afirmou o armador.

Maior assistente da competição nacional, com sete passes que resultaram em gols, Ganso também detém boas estatísticas no elenco são-paulino.  O jogador é o atleta que mais atuou na temporada, em 39 jogos, e ficou de fora de apenas um quando foi poupado pela comissão técnica. Além disso, com 11 assistências, é o maior garçom da equipe em 2014.

De acordo com o Maestro, sua grande fase passa pelo trabalho do técnico Muricy Ramalho. "Ele me conhece bem e cobra bastante. O Muricy procura sempre me escalar de uma forma que eu possa dar o meu melhor e ajudar o time. É melhor ter um treinador  que cobra bastante, porque a gente acaba rendendo mais", revelou.

E é apostando no futebol de Ganso, além do poder ofensivo que ainda conta com Kaká, Alexandre Pato e Alan Kardec, que o Tricolor buscará mais uma vitória no Brasileirão. Neste domingo (24), no Morumbi, o camisa 10 e companhia já estão prontos para fortalecer o São Paulo.

"Minha preferência é de sempre dar um passe e deixar um companheiro na cara do gol. Mas, se tiver alguma oportunidade, como no jogo contra o Inter, tentarei fazer o gol", finalizou o meio-campista são-paulino, que está confirmado para  o clássico contra o Santos, válido pela 17ª rodada.