São Paulo F.C



Muricy exalta empenho dos atletas: "Estavam com vontade"

Treinador também gostou da atuação de Pato, que anotou dois gols contra o Vitória

7969.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

"Tivemos uma semana toda de treinamento. Os caras estavam com vontade de correr, estavam preparados para isso. Quando se joga de quarta e domingo, baixa um pouco o ritmo". A análise do técnico Muricy Ramalho, logo após o apito final no Morumbi, define bem a postura do Tricolor no triunfo sobre o Vitória na noite deste domingo (10), por 3 a 1.

Buscando o gol durante os 90 minutos, o São Paulo conseguiu envolver o adversário e deixou boa impressão no confronto válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2014.  "Fizemos um bom jogo, como fizemos contra o Criciúma. A diferença é que, no outro dia, não fizemos gols, essa foi a diferença", acrescentou o treinador, que completou.

"Hoje, a gente criou muitas jogadas e fez o gol na hora certa, e isso muda tudo no jogo", avaliou. Com dois gols de Alexandre Pato (2) e Alan Kardec, a equipe são-paulina colou no G-4 e assumiu a quinta colocação, agora com 23 pontos. Além do desempenho do time, o comandante aprovou a atuação de Pato, que deixou o gramado ovacionado pela torcida.

"A sequência que ele teve foi importante. Contra o Criciúma, teve chances, mas não marcou gols. Hoje, fez dois. O técnico de futebol precisa ter uma filosofia de trabalho. Não tenho preferência. Sou justo e joga quem eu achar que está melhor", afirmou Muricy, que usou o volante Denilson para exemplificar a sua avaliação.

"Até outro dia, o Denilson não ficava nem no banco de reservas, hoje é titular. Todos precisam entender isso aqui. O Pato se destacou não só pelos gols, mas pela movimentação, por ter roubado bolas. Ele está entendendo que o futebol mudou. Se ele continuar assim, não sai do time", finalizou o técnico são-paulino.