São Paulo F.C



"É preciso ressaltar que hoje foi muito melhor"

Muricy lamenta empate, mas vê evolução do Tricolor no duelo contra o Coritiba

Muricy (1).jpg

Por Daniel Guimarães / saopaulofc.net

"Se aquela bola do Luis Fabiano tivesse entrado aos 45 minutos do segundo tempo, estaria respondendo outro tipo de pergunta. É preciso ressaltar que hoje foi muito melhor do que contra o Cruzeiro". Assim o técnico Muricy Ramalho, durante a coletiva de imprensa no Pacaembu, resumiu o empate com o Coritiba por 2 a 2 na noite deste sábado (3).

No confronto válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro de 2014, o treinador apostou em uma tática mais ofensiva e montou o time são-paulino com Rogério Ceni; Luis Ricardo, Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Alvaro Pereira; Souza, Maicon e Pabon; Osvaldo, Alexandre Pato e Luis Fabiano.

Na maior parte do tempo, o Tricolor ficou com a posse de bola e criou oportunidades para vencer o duelo. Nos acréscimos, o Fabuloso carimbou a trave do adversário e passou perto de garantir a vitória são-paulina, mas os paranaenses conseguiram segurar o resultado e evitar o revés.

"Tivemos posse de bola e foi o jogo que mais criamos. Tivemos volume, mas sofremos novamente um gol de bola parada. O time foi aguerrido, lutou até o final. Não estou decepcionado, não. Fiquei insatisfeito com o pouco que mostramos contra o Cruzeiro (1 x 1). O que mostramos hoje me dá a esperança de ter um bom time daqui para frente", completou Muricy, que registrou uma importante marca nesta noite.

O treinador completou 411 jogos à frente da equipe tricolor e, dessa forma, igualou o número do Mestre Telê Santana. Tricampeão brasileiro pelo Tricolor (2006/07/08), o Muricy detém 220 vitórias e 112 empates, além de 79 derrotas. Assim que a bola parou de rolar no Pacaembu, o atual técnico do Tricolor ficou atrás apenas de Poy (422) e Feola (532) em número de jogos no banco de reserva.