São Paulo F.C



Muricy ressalta mudança de postura

Treinador elogia jogadores no clássico contra o Santos, e quer manter a pegada do time nos próximos jogos

5880.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

O Tricolor não conseguiu quebrar o jejum de vitórias em clássicos, que dura desde a temporada passada, mas deixou boa impressão na tarde deste domingo (23) contra o Santos. Com inúmeras oportunidades para poder vencer o San-São, que terminou empatado sem gols, o time são-paulino agradou o técnico Muricy Ramalho.

"O 0 a 0 não ficou legal. Acho que um 2 a 2 caberia melhor. O jogo foi de muita correria, os dois times buscaram o resultado o tempo todo. No futebol se vive de gols, mas todos viram o esforço demonstrado em campo. O Rogério fez uma grande defesa na cabeçada do Damião, mas o Aranha também pegou algumas bolas", avaliou o comandante, logo após o apito final, durante a coletiva de imprensa.

Com o resultado, os anfitriões se mantiveram na vice-liderança do Grupo A do Estadual, agora com 15 pontos, atrás apenas da Penapolense. Na próxima quarta-feira (26), o Tricolor entrará em campo novamente. Desta vez, no interior, o adversário será o XV de Piracicaba.

"Na quarta-feira, teremos mais um jogo e vamos pensar agora no time que vai jogar. É claro que o resultado é importante, mas é preciso ressaltar a mudança de postura da equipe. Hoje, todo mundo saiu morto de campo, do goleiro ao atacante. Todos lutaram, correram, marcaram, atacaram. É isso que eu quero da minha equipe", acrescentou o técnico.

Mesmo sem balançar as redes, o Tricolor demonstrou evolução em relação aos últimos jogos. A entrada de Douglas, que atuou ora na lateral, ora como ponta direita, deu mais mobilidade ao time e deixou o atacante Luis Fabiano com mais opções no sistema ofensivo. Já Pabon, mais centralizado, ajudou Maicon na armação das jogadas.

"Nosso time todo se entregou. Acho que evoluímos, porque naquele jogo contra o Palmeiras, demos um chute a gol, uma vergonha. Hoje, fizemos o Aranha trabalhar, ele pegou bola difícil, teve bola passando na frente da área. Só daí você vê se melhorou ou não", afirmou Muricy, que completou.

"É claro que é importante vencer clássico. Mas tudo pode acontecer. Quem sabe a gente não se classifica e, no mata-mata, ganha na hora que tem que ganhar? Estamos há três jogos sem perder. Vamos falar pelo lado positivo um pouco também", finalizou.