São Paulo F.C



Muricy quer o time finalizando mais nos próximos jogos

No Choque-Rei, Tricolor deu pouco trabalho ao goleiro adversário, mas treinador afirma que isso será corrigido

9751.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

"O resultado foi justo. O Palmeiras foi melhor nos dois tempos. Nós finalizamos muito pouco. Temos muita gente na frente, mas finalizamos pouco". Assim o técnico Muricy Ramalho, logo após o apito final no Pacaembu, avaliou a derrota do Tricolor para o Palmeiras por 2 a 0 em duelo válido pela quinta rodada do Campeonato Paulista de 2014.

Embalado por três vitórias consecutivas e dono do melhor ataque do estadual - antes do início da rodada -, com 12 gols, o São Paulo apostou no trio formado por Ademilson, Osvaldo e Luis Fabiano para vencer o Choque-Rei. Porém, bem marcados, os atacantes não conseguiram balançar as redes adversárias e dar trabalho ao goleiro Fernando Prass.

Contra o arquirrival, na calorosa capital paulista, o time são-paulino teve o seu primeiro grande desafio do ano e, agora, poderá corrigir os erros para chegar bem nos próximos jogos do Estadual. Por isso, Muricy valorizou a importância do clássico, que apontou as falhas da equipe e indicou onde o Tricolor precisa evoluir.

"Nosso primeiro teste não foi bom. É bom mostrar como o time está. Tivemos facilidade contra algumas equipes, com todo o respeito. Para você testar um ataque precisa pegar um time igual ao seu. E o teste não foi bom. Demos dois ou três chutes a gol, mas vamos aprimorar isso nos treinos", avaliou o comandante, que completou.

"Eles souberam aproveitar as cobranças de bolas paradas, porque isso é importante em clássicos. Além de jogar melhor, o Palmeiras correu e lutou mais. Conversamos isso no intervalo. Os times são muito parelhos e esses detalhes contam muito em jogos assim. Deixamos de fazer isso e, por isso, eles mereceram vencer", finalizou.