São Paulo F.C



Resultado desagrada jogadores: “Não foi justo”

Na noite deste sábado (15), apesar de insistirem, São Paulo e Portuguesa não conseguiram balançar as redes

3406.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

Movimentado, o duelo entre São Paulo e Portuguesa merecia que as redes tivessem balançado apenas uma vez. Buscando o gol durante toda a partida, as equipes criaram inúmeras jogadas e deram trabalho aos goleiros. E assim que a bola parou de rolar, no confronto válido pela oitava rodada do Paulista, os jogadores lamentarem o resultado.

"Tentamos, batalhamos, criamos chances, mas esse jogo não poderia ser zero a zero pela quantidade de oportunidade dos dois times", afirmou o atacante Luis Fabiano, que ao lado do colombiano Pabon criou boas chances de dar a vitória ao Tricolor.

Com mais posse de bola, os donos da casa buscavam furar o bloqueio rival e exploravam as jogadas com Pabon. Mais recuado, auxiliando Ganso, o camisa 22 tentava desafogar o jogo. E se explorando as jogadas na grande área o gol não saía, os comandados de Muricy mudaram a tática e apostaram nos chutes de longa distância, já que a retranca da Portuguesa fez os atacantes são-paulinos procurarem o jogo na intermediária.  Porém, apesar de insistir, o embate terminou sem gols.

Assim como o Fabuloso, o meio-campista Paulo Henrique Ganso também não aprovou o resultado, que derrubou os 100% de aproveitamento do time diante de sua torcida. Agora, em cinco partidas no Morumbi, o Tricolor detém quatro vitórias e um empate. Com o resultado, a equipe são-paulina se manteve na liderança do Grupo A, com 13 pontos em oito jogos.

"Pelo que a gente mostrou em campo e pela partida que fizemos, não é justo o empate", opinou o maestro. Na próxima quinta-feira (20), o Tricolor entrará em campo novamente para defender o primeiro lugar da chave. Desta vez, porém, o adversário será o São Bernardo, no ABC.