São Paulo F.C



Muricy lamenta desgaste da equipe, mas crê na classificação

Treinador demonstra otimismo e afirma que Tricolor tem condições de seguir na Sul-Americana

8174.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

A intensa maratona de jogos do Tricolor no segundo semestre tem exigido muito dos atletas são-paulinos. E de acordo com o técnico Muricy Ramalho, este foi um dos fatores que decretaram a derrota da equipe na noite desta quarta-feira (19), em Medellín, para o Atlético Nacional-COL por 1 a 0. No entanto, apesar do revés, o treinador segue confiante.

"Eles tiveram muito mais poder de fogo, isso foi claro. Mas nosso time chegou ao limite. Tive pena do time no segundo tempo porque eles lutavam e o corpo não obedecia. Ninguém mais se prepara. É só jogo e viagem. Não dá mais", lamentou o comandante, que completou.

"A preocupação é com a parte física. Alguns jogadores estão se arrastando para jogar. No final do segundo tempo, a gente ficou até com pena do nosso time, porque a gente não aguenta mais. Eles estão no limite físico. O time deles estava descansado", acrescentou o treinador.

Durante a coletiva de imprensa, o comandante demonstrou otimismo e passou confiança aos jogadores. Para ficar com a vaga, o time são-paulino precisa vencer por dois gols de diferença. Caso devolva o placar da ida, a decisão será nos pênaltis.

"Temos condições de conquistar a classificação, sem dúvida. Acredito muito, mas desde que esse time pare um pouco e descanse. Não existe outra maneira. Se não descansar, não temos chance na quarta-feira", opinou. Na próxima semana, no dia 26, diante de sua torcida, o São Paulo ficará novamente frente a frente com o Atlético Nacional.

O vencedor da partida que será disputada no Morumbi irá enfrentar River Plate-ARG ou Boca Juniors-ARG na final da competição internacional. Antes, porém, o Tricolor terá o Santos pelo Campeonato Brasileiro, no final de semana.