São Paulo F.C



Muricy valoriza atuação segura da equipe

Na vitória sobre o Palmeiras, Tricolor quase não foi ameaçado pelos visitantes no Morumbi

6326.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

No clássico contra o Palmeiras (2 x 0) neste domingo (16), válido pelo Campeonato Brasileiro de 2014, o técnico Muricy Ramalho completou 200 jogos no Morumbi. E, 'como presente', o treinador viu uma atuação segura de sua equipe, que não deu espaços ao rival e soube controlar as ações do jogo para se manter na briga pelo título da competição nacional.

"Começamos muito bem no primeiro tempo. No segundo, o time acusou um pouco o desgaste, mas depois cresceu novamente e mereceu a vitória. A equipe está muito segura, faz gols em todos os jogos, sabe o que precisa fazer", avaliou o comandante, que elogiou a forma como os seus atletas compraram a ideia de acreditar até o fim da temporada.

"Estamos num bom momento, jogando muito bem. O que me preocupa é o lado físico, você vê os caras reclamando demais do desgaste. Estamos indo na confiança, ganhando jogos. Se tivéssemos esse time desde o começo do campeonato, estaríamos na frente", opinou.

Quatro pontos atrás dos cruzeirenses, que venceram o Santos por 1 a 0 neste final de semana, o São Paulo detém 66 pontos na tabela e já acumula sete jogos invicto no torneio. Para superar os palmeirenses e triunfar no Choque-Rei, o Tricolor pôde contar mais uma vez com o apoio da torcida, que compareceu em bom número e tratou de incentivar os jogadores desde os primeiros minutos.

Antes de retomar a caçada ao clube de Minas Gerais, o São Paulo fará uma pausa no Brasileirão para tentar manter o sonho de conquistar o bicampeonato da Copa Sul-Americana. Na próxima quarta-feira (19), na Colômbia, a equipe são-paulina enfrentará o Atlético Nacional-COL pelo confronto de ida da semifinal.

"Infelizmente, fomos formando o time na competição. A maneira de jogar também. Viemos de uma grande mudança de 2013 para cá. Acho que o São Paulo está fazendo um grande campeonato. O Cruzeiro é o grande favorito, se preparou para isso e é assim que funciona no futebol. Só agora estamos brigando", finalizou Muricy.