São Paulo F.C



Muricy: "Cada partida é uma decisão"

Treinador elogia postura do time, mas não quer saber de euforia dos jogadores

7755.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

Embalado por duas vitórias consecutivas e fora da zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro de 2013, o São Paulo já pode respirar mais aliviado na competição após o duelo contra o Vasco (2 a 0). No entanto, o técnico Muricy Ramalho não quer saber de euforia no elenco e quer a mesma seriedade e dedicação nos próximos jogos. Por isso, o treinador fez questão de manter a postura séria e pedir cautela aos jogadores.

"Duas vitórias ainda não são suficientes e a gente tem que ter essa consciência. A gente conseguiu ajustar o time, mas estamos no começo ainda. O Paulo (Autuori) fez um grande trabalho e melhorou a parte física do elenco. Claro que estamos felizes, mas não pode ter marra. Cada partida é uma decisão", avaliou o comandante são-paulino, que na próxima quarta-feira (18), no Morumbi, terá o Atlético-MG pela frente.

Com o resultado sobre os mineiros, Muricy, que acertou a sua volta ao Tricolor na última semana, conquistou a sua segunda vitória consecutiva e ultrapassou Telê no ranking de triunfos no comando do time. Agora, o treinador ocupa o terceiro lugar, com 199 resultados positivos e está atrás apenas de Feola (299) e Poy (213).

"É complicado pegar o time assim, mas eu não podia recusar esse convite. Sempre ouvia em casa e nas ruas, dos torcedores, que eu deveria voltar para o clube. Devo tudo ao São Paulo, porque acreditou em mim quando ainda era um garoto. Cheguei há cinco ou seis dias e não mudou muita coisa, mas tenho que valorizar o trabalho que estava sendo feito antes", completou.