São Paulo F.C



Após golaço, Evangelista não esconde emoção: "Vontade de chorar"

Contra a Portuguesa, meia-atacante marcou o seu primeiro gol pelo Tricolor

6508.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

Revelado no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, em Cotia, o jovem Lucas Evangelista foi um dos destaques da equipe são-paulina apesar da derrota para a Portuguesa, por 2 a 1, no Canindé. Diante do rival, em jogo válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, no último domingo (11), o meia-atacante marcou o seu primeiro gol na equipe profissional.

Com apenas 18 anos, o camisa 20 mostrou personalidade e deixou o gramado como um dos atletas mais elogiados do clássico paulista. Logo aos 26 segundos do segundo tempo, jogador fez linda jogada, fintou os marcadores e marcou um belo gol. No lance, Evangelista matou a bola no peito, aplicou um chapéu no zagueiro e tocou com categoria na saída do goleiro Lauro.

"Quando vi que a bola entrou deu até vontade de chorar. Não sabia para onde olhar e acenar. Mas, desde manhã quando acordei, sentia que algo diferente iria acontecer. Era dia dos pais e fiquei muito feliz de poder fazer um gol para o meu, Jesus", revelou o meia-atacante, que desde os oito anos de idade é atleta do Tricolor.

"O sonho de todo menino é ser jogador de futebol. O primeiro presente costuma ser uma bola e isso já está no sangue. Por isso, nunca faltará empenho e determinação no São Paulo. Estou em um clube que muitos garotos e jogadores gostariam de defender", completou o atleta são-paulino.

Um dos jogadores mais jovens do atual elenco do São Paulo, Lucas Evangelista revelou que tem recebido apoio e orientação dos líderes e atletas mais experientes do time. "Eles costumam me orientar. Falam que eu tenho potencial, mas que preciso manter os pés no chão e fazer o simples, porque as conquistas virão com o tempo", concluiu.

Vídeo: GloboEsporte.com