São Paulo F.C



Jadson é eternizado na calçada da fama do Shakhtar Donetsk

Meia esteve na Ucrânia para receber homenagem da equipe que defendeu por sete temporadas

O meio-campista Jadson recebeu neste domingo, na Ucrânia, uma grande homenagem de seu ex-clube, o Shakhtar Donetsk. O camisa 10 são-paulino teve seu nome eternizado na Calçada da Fama do clube, sendo o primeiro jogador estrangeiro a receber essa honra.

Jadson se juntou a outros cinco ídolos da história do Shaktar: o atacante Vitaliy Starukhin, que atuou no time entre 1973 e 1981, o goleiro Yuriy Degterev, 1961-83, o meio-campista Mikhail Sokolovskiy, 1974-87, Mircea Lucescu, técnico do Shakhtar desde 2004, além de Oleg Oshenko, ex-treinador do clube entre 1960 e 1969, que também foi homenageado neste fim de semana.

"Quando o pessoal do Shakhtar me ligou, fiquei bastante emocionado. Estar presente na calçada da fama e entrar para a história de um clube como esse é para poucos. Eu sempre honrei a camisa do Shakhtar e, com a ajuda dos meus companheiros, conquistei muitos títulos, inclusive, o primeiro internacional do Shakhtar. Me dediquei ao máximo durante os sete anos e agora estão retribuindo com essa homenagem. É um fato inesquecível que levarei para sempre no meu coração", disse o jogador.

O meia atuou no clube por sete temporadas, entre 2005 e 2012. Lá, conquistou dez títulos - cinco Campeonatos Ucraniano, duas Copas da Ucrânia, duas Super Copas da Ucrânia e uma Liga Europa, jogou 272 partidas e marcou 64 gols.



Assuntos relacionados: Jadson