São Paulo F.C



Termômetro tricolor

Dupla de volantes do São Paulo, formada por Wellington e Denilson, dita o ritmo de jogo da equipe

denilson_wellington_2

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

Volantes, formados nas categorias de base do clube e são-paulinos. Essas são apenas algumas coincidências dos meio-campistas Wellington e Denilson, que guardam o sistema defensivo tricolor e ditam o ritmo da equipe. Na próxima quinta-feira, no Morumbi, o São Paulo precisará mais uma vez do bom desempenho da dupla para bater o Atlético-MG no duelo válido pelas oitavas de final da Libertadores.

Na fase de grupos contra os mineiros, na capital paulista, os jogadores conseguiram neutralizar as investidas rivais e ajudaram o Tricolor na vitória por 2 a 0. Focados e firmes na marcação, os volantes mostraram a cara da equipe são-paulina na competição continental e garantiram a festa da torcida.

"Eu e o Denilson fizemos uma excelente partida. Na verdade, todo o time fez. Desde o Rogério Ceni aos nossos atacantes, todos jogaram muito. Vi o Ganso dando carrinho, o Douglas ganhando de cabeça dos zagueiros do Atlético e o Aloísio correndo bastante", disse o camisa 5.

Ciente de que o sucesso da dupla é fundamental para o São Paulo construir uma boa vantagem no duelo de ida, no Morumbi, Denilson espera repetir a dose contra os mineiros. "A gente se portou bem. Eu e ele ajudamos na frente e atrás. O time foi bem, mas tenho que dizer que jogar ao lado do Wellington é muito bom. Ele joga com alma e isso é importante para nossa equipe", afirmou Denilson, que não espera vida fácil contra os comandados do técnico Cuca.

"A concentração tem que ser a mesma do nosso último jogo contra eles. O Atlético já mostrou na primeira fase que tem um bom time e não podemos dar espaços. Espero fazer uma grande partida e conquistar o resultado positivo para a nossa torcida", concluiu o camisa 15.