São Paulo F.C



‘Ladrão tricolor’, Denilson também curte boa fase com a bola nos pés

Volante tem a maior número de desarmes do São Paulo, na Libertadores, com média de 3,4 roubadas de bola por partida

denilson_wellington

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

O volante Denilson é um jogador moderno. Em campo, o atleta se esforça a cada jogada e não tira o pé das divididas. Com a bola nos pés e na cola dos adversários, o meio-campista são-paulino tem impressionado nos números na Libertadores da América. Com 24 desarmes em sete jogos, o camisa 15 é o atleta do elenco com mais roubadas de bola na competição continental (média de 3,4 desarmes por partida).

E com a mesma eficiência que neutraliza as investidas rivais, Denilson articula o sistema defensivo da equipe. Com 340 passes certos, o marcador é o segundo atleta mais efetivo no torneio, atrás apenas de Sérgio Otálvaro, do Tolima, com 347 passes em oito jogos.

"Isso é consequência do meu trabalho. Não entro em campo pensando em quantas bolas vou roubar, mas tenho que ajudar a minha equipe. Seja defendendo ou atacando, fico feliz por esses números tão significativos", disse Denilson, que detém 92,4% de aproveitamento de passes certos (média de 48,6 por jogo).

"Meu forte sempre foi o passe. Gosto de sair jogando e tenho essa facilidade. Na verdade, acredito que meu forte seja justamente as tabelas de curtas e médias distâncias. Fico feliz com esse desempenho e quero chegar ainda mais firme nas oitavas de final",  disse o camisa 15 tricolor, que não teve vida fácil durante a semana.

Liberado pela comissão técnica e diretoria para resolver assuntos particulares na Inglaterra, o volante ficou de fora de algumas atividades do técnico Ney Franco. Em sua volta, pouco depois de retornar do Velho Continente, o meio-campista foi para o duelo contra o XV de Piracicaba, no Morumbi, mas sentiu o cansaço.

"Naquele jogo, sentia a perna um pouco pesada e parecia que não jogava há um mês. E para não passar por isso de novo, treinei firme nos dias seguintes para o jogo contra o Atlético-MG. Os treinamentos foram positivos e consegui fazer uma boa partida", avaliou Denilson.