São Paulo F.C



Jogadores criticam gramado do Estádio Durival Britto

Campo irregular prejudicou a equipe são-paulina, que não conseguiu bater o Atlético-PR

815.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

Durante boa parte do confronto contra o Atlético-PR, que terminou com vitória dos anfitriões por 3 a 0, o Tricolor teve mais posse de bola e pressionou o adversário na tarde deste domingo (10). E logo após o apito final, na Vila Capanema, os jogadores são-paulinos reclamaram do gramado, que prejudicou o São Paulo.

Clube que mais fica com a bola nos pés e troca mais passes no Campeonato Brasileiro de 2013, a equipe paulista teve dificuldade para envolver os anfitriões no campo irregular do Estádio Durival Britto e Silva. "O campo estava muito ruim e não ajudou em nada. Mas, agora, já temos que pensar na partida contra o Flamengo, na quarta-feira (13)", avaliou o atacante Welliton.

Assim como o camisa 37, o meio-campista Paulo Henrique Ganso também criticou o gramado. De volta ao time após cumprir suspensão contra o Atlético Nacional-COL (0 a 0), pela Copa Sul-Americana, o maestro até tentou trocar passes e armar a jogada com Maicon, mas não conseguiu desenvolver todo o seu potencial.

"Campo ruim de jogar, mas a gente não estava em uma tarde boa também. Depois de dez jogos de invencibilidade (oito vitórias e dois empates), perdemos pela primeira vez. E uma hora isso iria acontecer naturalmente. Sentimos um pouco o cansaço, mas não é desculpa", afirmou o camisa 8.

Na próxima rodada, agendada para quarta-feira (13), o Tricolor enfrentará o Flamengo. A partida, que não poderá ser disputada no Morumbi, será no Estádio Novelli Junior, em Itu. Nesta segunda-feira (11), os jogadores se reapresentarão normalmente no Centro de Treinamento da Barra Funda e já trabalharão de olho nos cariocas.