São Paulo F.C



Mazola e Carleto são emprestados para o exterior

Além deles, Renato Silva acertou transferência em definitivo para o futebol chinês

O São Paulo concluiu nesta terça-feira a transferência de três jogadores do elenco profissional: o zagueiro Renato Silva, o lateral-esquerdo Carleto e o atacante Mazola.

Após ser autorizado pelo clube para negociar sua transferência e conhecer a estrutura de sua nova equipe, Renato Silva acertou sua rescisão contratual com o São Paulo e sairá em definitivo.

O defensor, que tinha vínculo até o final de 2012, atuará no futebol chinês. O camisa 14 assinou por dois anos com o Shandong Luneng Taishan, clube que recentemente contratou também o atacante Obina. No São Paulo, Renato Silva disputou 79 partidas e marcou dois gols.

Já o lateral-esquerdo Carleto foi cedido ao Olímpia, do Paraguai, único clube do país vizinho que conquistou a Copa Libertadores da América (1979, 1990 e 2002) e o Mundial de Clubes (1979).

O jogador, que tem vínculo com o São Paulo válido até 30 de junho de 2014, ficará por empréstimo até o final da temporada de 2011 no futebol paraguaio. Pelo Tricolor o camisa 26 disputou três partidas, todas no ano de 2010.

O atacante Mazola, que havia sido emprestado e obteve destaque com Guarani na última temporada, atuará agora no futebol japonês. O jovem são-paulino seguirá por empréstimo até o início de 2012 para o Urawa Red Diamonds.

O contrato dele com o São Paulo é válido até o dia 21 de janeiro de 2015. Mazola disputou apenas quatro jogos com a camisa do clube, sendo dois em 2008, um no ano passado e um nesta temporada.

“Acreditamos muito no potencial do Mazola e do Carleto e achamos que essa experiência em outros clubes será muito importante para o crescimento dos atletas, assim como aconteceu por exemplo com o Hernanes e o Jean”, explica o diretor de futebol do clube, João Paulo de Jesus Lopes, que fez questão ainda de desejar boa sorte para Renato Silva.

“O Renato nos ajudou no período em que esteve no clube e foi sempre foi um profissional muito correto. Desejamos que tenha sucesso na sequência de sua carreira”, completou.