São Paulo F.C



Samuel: "É a oportunidade da minha vida"

Zagueiro, ex-Joinville, já treina com o restante do grupo, que se reapresentou nesta quinta-feira

Enquanto o elenco são-paulino estava de folga, a diretoria são-paulina acertou a contratação do zagueiro Samuel, que ficará no clube até o fim de 2010. Nos últimos dias, o defensor já conheceu o CT da Barra Funda e vem treinando com o preparador físico Sérgio Rocha.

Aos 24 anos, Samuel diz estar preparado para o principal desafio de sua carreira. Neste ano, ele esteve no vice-campeonato catarinense conquistado pelo Joinville. O agora são-paulino foi eleito por jornalistas locais um dos melhores do torneio estadual.

"É a oportunidade da minha vida. Comecei a jogar cedo, com nove anos. A gente sempre tem um sonho e não vou mentir que o meu era jogar no São Paulo. Mas nada disso vai valer se eu não souber aproveitar esta oportunidade", disse Samuel, que também tem passagens pelo Ituano, Portuguesa, Comercial e Paraná.

Com a contratação, o técnico Ricardo Gomes passa a ter cinco jogadores à disposição para o setor defensivo: Alex Silva, Miranda, Xandão, Renato Silva, além do próprio Samuel (foto). O volante Richarlyson  está sendo improvisado e vem formando a linha de três zagueiros do time.

Enquanto concedia entrevista ao Site Oficial, Samuel recebeu as boas vindas de Alex Silva, um dos principais jogadores do Tricolor Paulista na temporada. E será se espelhando em grandes jogadores que o atleta buscará o seu espaço no São Paulo.

"É sempre bom seguir grandes exemplos. Todos têm o objetivo de vestir a camisa da Seleção. Para isso tem de fazer um bom trabalho desde cedo e sempre procurei seguir neste caminho. Quem sabe um dia eu possa chegar nos status do Miranda, Lugano...", completou Samuel.

Depois de deixar o Joinville, em maio, Samuel ficou treinando em uma chácara do seu empresário em Campinas. Agora, com o elenco de volta, ele passará a treinar com o restante do grupo e irá esperar uma oportunidade do comandante tricolor.

"Vou buscar dar o melhor nos treinamentos. Sei que não vou chegar jogando. Mas vou buscar isso a cada treinamento. Sempre fui um cara guerreiro e a torcida são-paulina pode esperar isso de mim. Vou dar a minha vida aqui", concluiu o são-paulino.