São Paulo F.C



Diante da Ponte Preta, Tricolor busca mais uma vitória em casa

Com poucos dias entre as partidas, Lucas Piccinato poderá dar oportunidade para mais atletas do elenco, evitando desgaste e lesões

WhatsApp Image 2020-09-08 at 17.05.06.jpeg

Por Renata Lutfi / saopaulofc.net

O tempo é curto, mas o suficiente para o Tricolor já digerir e querer deixar para trás a derrota do último domingo, dia 6 de setembro, no clássico contra o Santos. Nesta quarta-feira (9), às 17h, o São Paulo encara a Ponte Preta, em Cotia, buscando a volta para o grupo de classificação do Campeonato Brasileiro Feminino. A partida será transmitida pela CBF TV. 

Na nona colocação, com 10 pontos, o São Paulo está três pontos atrás do sexto colocado, o Kindermann, mostrando o equilíbrio do campeonato. Uma vitória em casa, diante da Ponte Preta é fundamental para que a equipe de Lucas Piccinato não desgrude do grupo de cima da tabela.

“Todos os jogos do Campeonato Brasileiro da Séria A1 tem adversários difíceis e temos que nos preparar bem para encarar sempre uma pedreira. No último final de semana, diante do Santos, pecamos em alguns lances, mesmo bem na partida, e não saímos com o resultado. Agora, o foco é total neste jogo em casa, fazer valer o nosso mando de campo e chegar novamente no G8”, ponderou o treinador, que lembrou que dos sete jogos até o momento, o São Paulo jogou três em Cotia, com duas vitórias e um empate. 

Para o duelo com a Macaca, o Tricolor contará com o retorno das suspensas Thais Regina e Carol, além de poder contar com todo elenco disponível (tirando as atletas em recuperação de cirurgia ou lesão), após testagem do Covid-19, feita pela CBF na última semana e já repetida novamente neste terça-feira, visando a viagem para Caçador, em Santa Catarina, onde o Tricolor enfrentará o Kindermann, domingo (13), às 15h, também com transmissão da CBF TV.

Com o jogo de ritmo intenso diante das Sereias da Vila, sob forte calor de 34 graus, algumas atletas apresentaram desgaste e poderão ser poupadas diante da Ponte Preta para evitar lesões. “Temos um elenco forte e jogos seguidos, suspensões, então temos sempre que poder contar com o maior número de peças e estarem todas preparadas para começar jogando. Confio em todas as atletas que tenho à disposição e tenho certeza que apresentaremos mais um bom futebol, independente das 11 iniciais”, findou Piccinato.