São Paulo F.C



São Paulo é derrotado na primeira semifinal do BR Feminino

Tricolor precisa de três gols de diferença na Ressacada para seguir em busca do título nacional; vitória por dois gols leva decisão para os pênaltis

No início da noite deste domingo (8), na Arena Barueri, o São Paulo fez o primeiro confronto pelas semifinais do Campeonato Brasileiro Feminino, diante do Avaí Kindermann. Sem emplacar um bom futebol no primeiro tempo, o Tricolor foi surpreendido pelas visitantes e acabou derrotado por 3 a 1 - Kamilla marcou para as são-paulinas.

A partida de volta acontece no próximo sábado (14), às 14h, na Ressacada, em Florianópolis (SC). Para conseguir a vaga na final, o São Paulo precisa vencer por três gols de diferença - vitória por dois gols de vantagem leva a decisão para os pênaltis. Não há vantagem de gols marcados fora de casa. 

O jogo
Para o primeiro duelo das semifinais, o técnico Lucas Piccinato não contou com a lateral-direita Giovana, que foi expulsa na partida anterior, contra o Santos. Com o restante do elenco à disposição, o Tricolor foi a campo com Carla, Lauren, Thais Regina, Gislaine, Roberta, Yaya, Duda, Natane, Carol, Glaucia e Jaqueline.

O confronto foi visto pela técnica da Seleção Brasileira Brasileira Feminina, Pia Sundhage, e por demais membros da comissão técnica brasileira: Bia Vaz (auxiliar técnica), Fábio Guerreiro (preparador físico) e Jonas Urias (técnico da Seleção Brasileira Sub-17).

Sem conseguir impor seu ritmo de jogo habitual e trocar passes, o São Paulo sofreu o primeiro gol aos 16 minutos, após chute que desviou na zaga e enganou a goleira Carla. Aos 31, o rival ampliou.

No segundo tempo, o Tricolor voltou com a mesma escalação, mas com mais disposição. Em menos de dez minutos, as são-paulinas já tinham produzido mais que em toda a primeira etapa.

Carol caiu na área aos oito, e o árbitro marcou pênalti. O VAR foi acionado pela primeira vez em um Campeonato Brasileiro Feminino no Brasil, e a penalidade foi cancelada. Pouco depois, em boa descida de Carol, Glaucia cabeceou com perigo na primeira chance real de gol do São Paulo no jogo. Em seguida, Mylla entrou na vaga de Natane.

Porém, o Kindermann atrapalhou o bom momento tricolor no jogo ao fazer o terceiro gol em chute rasteiro. Aos 38 minutos, Kamilla e Dani foram para a partida nos lugares de Lauren e Jaqueline. A vontade são-paulina foi premiada no finalzinho, quando Glaucia fez uma linda assistência para Kamilla, que finalizou para diminuir a vantagem das visitantes e deixar o jogo em aberto para a volta.  

São Paulo: Carla, Lauren (Dani), Thais Regina, Gislaine, Roberta, Yaya, Duda, Natane (Mylla), Carol, Glaucia e Jaqueline (Kamilla)
Técnico: Lucas Piccinato