São Paulo F.C



Tricolor sai na frente na final do Brasileirão Feminino A2

No Pacaembu, são-paulinas goleiam o Cruzeiro na primeira partida da decisão

A bola começou a rolar pela final do Campeonato Brasileiro Feminino A2 neste domingo, dia 18 de agosto, no Estádio do Pacaembu, para São Paulo e Cruzeiro. Com mando de campo do Tricolor, as  são-paulinas golearam as Cabulosas por 4 a 0, gols de Bruna, Yaya, Valéria e Cris, tudo sob os olhares atentos da técnica da Seleção Brasileira Feminina, Pia Sundhag.

Sem poder contar com duas peças importantes do time, a camisa 10, Ary, e a lateral, Natane, por suspensão pelo terceiro cartão amarelo, o técnico Lucas Piccinato foi a campo com a seguinte formação: Carla, Andressa, Bruna, Thaís, Dyneffer, Chaiane, Cris, Yaya, Jaqueline, Ottília e Valéria.

O Tricolor havia conquistado o acesso para a Série A1 em 2020 ao vencer o Taubaté nas quartas de final do torneio, alcançando a primeira meta na competição. Em 11 jogos, a campanha são-paulina foi de nove vitórias, uma derrota e um empate apenas, porém, do outro lado, havia um time que, perdeu na estreia, mas vinha de dez vitórias seguidas, prometendo um grande jogo.

Com a bola rolando, assim foi, desde o primeiro minuto, brigada, lutado, com um São Paulo tentando se encontrar na partida. Até que, aos 15 minutos, Bruna arriscou um chute cruzado, a goleira Renata falhou, buscando a bola dentro do gol. A bandeira, atenta, correu para o meio de campo, para primeira comemoração da torcida Tricolor, que compareceu e inventou o time no Pacaembu. Aos 22 minutos, Yaya encheu o pé na entrada da área e fez um golaço, no ângulo, 2 a 0.

A partida ficou mais equilibrada e com melhores chances para o São Paulo, mas manteve o placar na primeira etapa. No segundo tempo, sem substituições, o Cruzeiro voltou mais disposto a diminuir a desvantagem, mas Carla fez duas grandes defesas e o time de Lucas Piccinato se impôs novamente no jogo, chegando bem com Jaqueline e Ottilia. Aos 14 minutos, Ottilia e Valéria tabelaram e Valéria deixou o dela, 3 a 0. Aos 21 minutos, de cabeça, após cruzamento, Cris fez o quarto.

O jogo decisivo acontece no próximo domingo, dia 25, às 14h, no Mineirão, com transmissão da Tv Bandeirantes. Para ser campeão, o Tricolor poderá ser derrotado por até três gols. 

FICHA TÉCNICA:
Escalação: Carla, Andressa, Bruna, Thaís, Dyneffer, Chaiane (Piti), Cris (Driely), Yaya, Jaqueline, Ottília e Valéria
Técnico: Lucas Piccinato