São Paulo F.C



Choque-Rei feminino termina em empate

Com golaço de Jaque e gol nos minutos finais de Larissa Santos, São Paulo e Palmeiras ficam no 2 a 2 pelo Paulistão feminino

O São Paulo encarou o Palmeiras, na tarde deste domingo (7), no Estádio Antônio Soares de Oliveira, pela segunda rodada do Campeonato Paulista Feminino, com mando de campo do adversário. Após sair na frente no marcador, com um golaço de Jaque, o Tricolor levou a virada, mas buscou o empate nos minutos finais, com Larissa Santos, 2 a 2.

O técnico Lucas Piccinato optou por começar a partida com Cristiane no banco de reservas, uma vez que a atacante está recém recuperada de uma pancada na panturrilha, que a tirou dos amistosos com a Seleção Brasileira, na Espanha. Com isso, o Tricolor foi a campo com Carla, Bruna, Thaís, Rayane, Giovana, Ary, Andressa, Yaya, Valeria, Ottilia e Jaque. 

Aos 6 minutos, Giovana roubou a bola, Jaque fez linda jogada e Ottilia finalizou, mas a zagueira do Palmeiras tirou a bola em cima da linha. O São Paulo tinha melhor volume de jogo e troca de passes para chegar na área. Aos 19 minutos, em rápido contra ataque, o adversário tentou parar Bruna com falta, mas a bola sobrou, o juiz deu vantagem e Jaque recebeu na inversão, chutando de esquerda de fora da área, um golaço.

Três minutos depois, o empate aconteceu, deixando o time Tricolor mais nervoso e pilhado na partida. Pouco depois, Andressa foi entrar de carrinho na área, mas a bola acabou pegando em sua mão, o que o árbitro interpretou como pênalti, convertido, 2 a 1 Palmeiras, resultado mantido até o intervalo. 
Para a segunda etapa, o técnico colocou Cristiane no lugar de Andressa, que já tinha cartão amarelo. Com menos de 10 minutos, Cristiane armaria o contra-ataque, mas foi parada com um golpe no meio de campo, tendo a atleta alviverde expulsa. A camisa 11 continuou caçada, mas o árbitro deixava o jogo seguir. Cristiane chegou até a balançar a rede, com um golaço de carretilha, encobrindo a goleira, mas a bandeira deu impedimento.

Piccinato optou por tirar Jaque e colocar Milena. Depois, Chaiane ficou com a vaga de Rayane, colocando Bruna na zaga. O Palmeiras pouco criava, tentava fazer o tempo passar e manter a vitória, enquanto o Tricolor buscava o ataque de todas as formas e era parado pela goleira, pela bandeira ou por sucessivas faltas. Nos 40 minutos, Larissa Santos entrou na vaga de Valéria, e foi para deixar tudo igual. Em bate rebate na área, a bola sobrou no pé dela, que não perdoou. Fim de jogo, 2 a 2.

O São Paulo volta a atuar pelo Campeonato Paulista no próximo domingo, dia 14, quando encara a Ferroviária, em Cotia, às 15h, com entrada gratuita aos torcedores. Antes disso, viaja para Chapecó, enfrentar o time da casa, em Xanxerê, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro Feminino A2. 

Ficha técnica:
Escalação: Carla, Bruna, Thaís, Rayane (Chaiane), Giovana, Ary, Andressa (Cristiane/intervalo), Yaya, Valeria (Larissa Santos), Ottilia e Jaque (Milena)
Técnico: Lucas Piccinato