São Paulo F.C



São Paulo é campeão da primeira edição do Brasileirão Feminino Sub-16

Para fechar a temporada de 2019, são-paulinas somam mais um título; Foram oito finais em dez torneios disputados

posada final

Por Yuri Laurindo/CBF

Na tarde deste domingo (15), o São Paulo chegou a oitava final feminina na temporada 2019, em dez torneios que disputou. Desta vez, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro Sub-16, jogando no Sesc Alterosas, em Belo Horizonte, o Tricolor encarou o Santos e fez 1 a 0, ainda no primeiro tempo com Isa, decretando a vitória Tricolor e o título da primeira edição do torneio. 

Após ter vencido o São José e o Grêmio por 2 a 0 na primeira fase, e perdido para o Vitória por 1 a 0 na fase de grupos, em que estava no C, o Tricolor encarou a Ferroviária na semifinal, e goleou a adversária, 6 a 1, garantindo a vaga para a grande final. Para o duelo, o técnico Thiago Viana optou por repetir a escalação das duas últimas partidas. Com isso, foi a campo com Stephanie; Ingrid, Alves, Larissa Regina e Clara; Raissa, Isa, Miracatu e Milena; Duda e Gica.

O jogo começou bastante equilibrado, com o Santos tendo até mais posse de bola, mas chegando sem perigo no gol de Stephanie. O São Paulo aos poucos foi conseguindo colocar a bola no chão e impor seu ritmo de jogo, trocando passes para tentar chegar na área alvinegra. Aos 31 minutos, Gica fez um lindo lançamento encontrando Isa, que com frieza chutou na saída da goleira santista e fez 1 a 0.

Com forte calor, com mais de 32 graus em Belo Horizonte, o rendimento das duas equipes, em questão de velocidade, era menor. O jogo tinha mais chutões e menos jogadas trabalhadas. Aos 19 minutos, Nogueira empatou para o Santos, mas estava em condição de impedimento, sendo anulado pelo conjunto de arbitragem. Aos 22 minutos, Viana fez suas substituições no Tricolor, colocando Ravane a Cardoso para a saída de Miracatu e Milena, tentando se impor no jogo novamente. Depois, Duda e Isa sairam para a entrada de Manu e Eduarda. O São Paulo sofreu mais um gol, porém, novamente impedido. 

Na última troca, Thiago Viana colocou Eduarda na vaga de Clara. O São Paulo tinha três minutos mais os acréscimos para tentar ampliar ou tentar se segurar, em um jogo que o Santos crescia. Apesar do jogo nervoso, pesado, as são-paulinas mostraram experiência e garra até o último segundo, segundando o placar mínimo, levantando o troféu nacional. O primeiro do torneio, que teve início em 2019 pela CBF. 

As atletas terão um período de férias após o termino desta competição, fechando o calendário 2019 de clubes. Porém, cinco jogadoras do São Paulo farão um período de treinamentos na Granja Comary, com a técnica Simone Jatobá, entre os dias 16 e 22 de dezembro. São elas: a goleira Stephanie, as laterais Clara e Ravena, a meio-campista Duda e a atacante Gica. A verde e amarela se prepara para disputa do Campeonato Sul-Americano Feminino Sub-17, entre os dias 15 de abril a 3 de maio de 2020, na Venezuela.  

Tabela de jogos:

Sábado (7) - 17h30: São José 0x2 São Paulo – (Duda e Contra)

Segunda (9) - 15h: São Paulo 2x0 Grêmio – (Duda e Gica)

Quarta (11) – 18h30: São Paulo 0x1 Vitória –  

Sexta (13) - Semifinal – 16h: São Paulo 6x1 Ferroviária – (Miracatu (2), Isa (2), Duda e contra)

Domingo (15) – Final – 16h: São Paulo 1x0 Santos - Isa

FICHA TÉCNICA

Stephanie; Ingrid, Alves, Larissa Regina e Clara (Eduarda); Raissa, Isa (Evelyn), Miracatu (Ravena) e Milena (Cardoso); Duda (Manu) e Gica

Técnico: Thiago Viana