São Paulo F.C



Com 100% de aproveitamento nos títulos, Thiago Viana destaca o elenco

Treinador da equipe feminina vibrou com mais uma conquista e celebrou espírito guerreiro das jogadoras

0945.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

A conquista da Liga de Desenvolvimento Sub-16, neste sábado (15), foi especial. Após sair atrás no marcador e buscar o empate, o São Paulo viu a Chapecoense ficar à frente no placar. Mas sem deixar de brigar, as meninas conseguiram novo empate nos acréscimos e garantiram o título na cobrança de pênaltis. Tudo isso sob muito calor e vindo de uma maratona, com cinco jogos em seis dias.

O treinador da equipe, Thiago Viana, destacou o espírito guerreiro da equipe são-paulina, que mesmo atrás no marcador durante toda a segunda etapa, teve mais posse de bola e as melhores oportunidades de gol. O comandante tricolor falou sobre a dedicação e elogiou a garra das garotas.

“Esse time é diferente, muito guerreiro, prioriza o toque de bola, mas consegue tirar forças de onde a gente nem imagina, acredita até o fim e uma corre pela outra o tempo inteiro, o mérito é todo delas. As atletas se dedicam demais no dia a dia e o resultado está aí”, comemorou, falando também sobre a campanha feita na competição – foram cinco jogos, três vitórias, um empate e uma derrota, justamente para a Chapecoense, na primeira fase.

“A Chapecoense é um time excelente, com jogadoras de Seleção, mais uma vez saíram na nossa frente, a gente buscou o empate, mas elas viraram. Precisamos nos superar para buscar o resultado hoje. No geral, a campanha foi boa, tudo bem que tivemos um empate e uma derrota, mas no fim das contas o título foi conquistado com todas as garotas sendo usadas, o que é muito importante”, completou. 

Com esse espírito de luta, dedicação e da qualidade das são-paulinas, essa geração já tem uma marca e tanto na história do clube: 100% de aproveitamento dos títulos disputados. O grupo ganhou tudo: o Campeonato Paulista (2017 e 2018), a Liga de Desenvolvimento (2017 e 2018) e a Fiesta Sudamericana de la Juventud (2018), competição para qual o Tricolor garantiu vaga com o título deste sábado.

“É algo inacreditável (os 100% de aproveitamento), porque cada vez que se ganha o título vai perdendo o gás, só que a gente bate muito na tecla que a gente tem que fazer história, aqui no São Paulo e a nossa, e mesmo que na base o mais importante não é vencer, é formar, a gente tenta fazer as duas coisas, formar jogadoras competitivas que sempre vão ser muito vencedoras”, finalizou.