São Paulo F.C



Menta vê disputa pela semi aberta e valoriza dedicação do elenco no Sub-17

Técnico explica mudanças e Kayque Ryann promete buscar a classificação no Rio

SAO PAULO X FLAMENGO 06.jpg

Por Fernando Teixeira/Saopaulofc.net

O time Sub-17 do São Paulo deixou o gramado do estádio Marcelo Portugal Gouvêa, em Cotia, após o empate por 3 a 3 com o Flamengo, com uma mistura de sentimentos. O Tricolor abriu 2 a 0, levou a virada e conseguiu o empate nos minutos finais. Um misto de frustração, por ter deixado a vitória escapar, e confiança, pela dedicação demonstrada para evitar a derrota, atingiu o elenco, que disputa a semifinal do Campeonato Brasileiro da categoria.

“O jogo foi uma montanha-russa de emoções. Começamos bem, fomos felizes ao abrir 2 a 0, mas demos alguns ‘vacilos’, algo natural da idade, e o adversário soube aproveitar. Conversamos no vestiário e conseguimos resolver os problemas. Reorganizamos, tivemos maior equilíbrio e conseguimos o empate. Tivemos até chance de virar o jogo. Está tudo aberto para o jogo da volta”, analisa o técnico Menta.

Um dos destaques da partida foi o lateral-direito Kayque Ryann. Ele abriu o placar, logo aos dois minutos, e ainda deu o passe para o segundo gol, marcado por Caio. O jogador celebrou a atuação histórica em sua carreira. Ele marcou o primeiro gol com a camisa tricolor.

“Foi uma das minhas melhores partidas pelo São Paulo. Tive a honra de fazer o meu primeiro gol com a camisa do São Paulo e isso me dá mais confiança para o segundo jogo”, destaca o lateral. “Não faltou entrega e luta dos atletas. Não conseguimos a vitória, mas estamos fortes para decidir lá”, completa.

Menta surpreendeu na escalação e abriu mão do seu tradicional 4-3-3 para apostar no 3-5-2. Para o treinador, a ideia foi oferecer maior repertório aos atletas e criar novas situações que pudessem confundir o adversário.

“Na base, a gente costuma dizer que é uma escola para os meninos. Onde podemos experimentar muita coisa com os atletas, até para eles aprenderem a jogar em várias posições e terem evolução na parte ofensiva e defensiva, para chegar mais consolidado ao profissional. Dentro da necessidade, podemos voltar a utilizar esse esquema, sim”, garante.

Com o empate no primeiro jogo, o São Paulo precisa de uma vitória simples sobre o Flamengo para garantir a vaga na decisão do Brasileiro Sub-17. O duelo com o time rubro-negro será no sábado (31), às 14h, na Gávea. O outro jogo da semifinal é entre Vasco e Cruzeiro.