São Paulo F.C



Com 11 da base em campo, Tricolor bate recorde do clube na Libertadores

Ao usar sete titulares e quatro atletas durante a partida, São Paulo supera número de participações da base em um jogo da competição continental

51176020599_aaf10a25da_k.jpg

Por Staff Images / CONMEBOL - Talles Costa foi um dos sete titulares vindos da base no confronto com o Rentistas

Diante do Rentistas na última quarta-feira (12), em jogo válido pela primeira fase da Copa Libertadores da América, o São Paulo bateu o recorde de participações de atletas da base em uma partida da competição continental. Ao todo, onze jogadores formados em casa participaram do jogo: sete foram titulares e outros quatro entraram em campo durante o jogo. 

O número superou em muito o recorde anterior, que era de 29 anos atrás. Em 06 de março de 1992, o São Paulo enfrentou o Criciúma com nove atletas formados na base (derrota por 0x3). 

Contra o Rentistas, Lucas Perri, Diego Costa, Rodrigo, Welington, Nestor, Talles Costa, Igor Gomes, representantes de cinco gerações formadas em Cotia entre 1997 e 2002, foram escolhidos pelo técnico Hernán Crespo para começarem o jogo. Os sete marcaram também o recorde de titulares #MadeInCotia em um duelo de Libertadores – vale lembrar que o Centro de Formação de Atletas Laudo Natel foi inaugurado em 2005. 

Além deles, mais quatro jogadores com passagem pelo CFA entraram em campo durante o jogo: Shaylon, Paulinho, Galeano e Hernanes, que esteve em Cotia apesar de ter estreado entre os profissionais mesmo antes da inauguração do CFA. Dos 23 relacionados para o confronto no Uruguai, 17 são crias do clube (74%). Além dos citados, Thiago Couto, Patryck, Beraldo, Nathan e Anilson ficaram entre os suplentes, sendo os quatro últimos relacionados pela primeira vez no torneio.

O número de titulares vindos da base são-paulina não era repetido desde a final da Libertadores de 1992. Na decisão do primeiro título continental, contra o Newell's Old Boys, Cafu, Antônio Carlos, Ronaldão, Ivan, Pintado, Müller e Elivélton foram os sete representantes das categorias de base do clube. 

Formados na base contra o Rentistas (12/05/2021) – recorde do clube na Libertadores
Titulares: Lucas Perri, Diego Costa, Rodrigo, Welington, Nestor, Talles Costa, Igor Gomes.
Substitutos: Shaylon, Paulinho, Galeano e Hernanes.

Formados na base contra o Criciúma (06/03/1992)
Titulares: Antônio Carlos, Ronaldão, Ivan, Pintado, Mona, Eraldo, Catê e Cláudio Moura.
Substituto: Cafu.