São Paulo F.C



Base concederá férias às categorias Sub-20, Sub-17 e Sub-15

Jogadores das demais equipes seguem liberados das atividades, em casa

1.jpg

O São Paulo Futebol Clube informa que, a partir da próxima semana, concederá férias aos atletas das categorias Sub-20, Sub-17 e Sub-15, assim como as respectivas comissões técnicas e funcionários. O período de descanso será entre 13/04 e 04/05. A decisão foi tomada em atenção às recomendações e determinações das autoridades públicas de saúde no esforço para conter a pandemia do novo coronavírus e está em consonância com o movimento da CBF e FPF por conta das paralizações das competições nacionais e internacionais. As equipes profissionais masculina e feminina já haviam anunciado férias aos atletas.

Os jovens das demais categorias seguem liberados das atividades, em casa, e recebendo todo o suporte necessário do clube à distância. Todos os atletas são monitorados semanalmente pelo setores de assistência social, psicologia, pedagogia, departamento médico, pelas comissões técnicas, com o apoio administrativo e da diretoria. O clube também segue com os treinamentos à distância, com o trabalho dos preparadores físicos sendo feito por vídeos e videoconferência.

As atividades das categorias jovens do São Paulo foram suspensas no dia 16 de março, quando os jogadores foram liberados - as aulas dos garotos já estavam suspensas. Além da Copa do Brasil Sub-17 (estreia com vitória por 4 a 3 sobre o Fluminense, em Cotia), os times de base se preparavam para o início da Copa do Brasil Sub-20 e também para o Campeonato Paulista – o Estadual das categorias júnior, juvenil e infantil estava marcado para começar no primeiro final de semana de abril.

As medidas de cuidado com o coronavírus em Cotia foram ampliadas a partir de 03 de março, quando os funcionários receberam uma palestra sobre a prevenção da doença. Nesse período, foi ampliada a disponibilidade de álcool gel e folhetos informativos em pontos estratégicos do CFA – folhetos e kits com álcool gel também foram enviados às famílias dos jogadores. Para evitar aglomerações, os horários do refeitório foram alterados. Funcionários dos grupos de risco (+60 anos ou com sintomas de gripe) também foram liberados das atividades.