São Paulo F.C



Nos pênaltis, Tricolor para nas semifinais do BR Sub-17

São-paulinos fazem bonito, mas não conseguem avançar à decisão da primeira edição do Nacional juvenil

8K1A5032.JPG

Por Igor Amorim / saopaulofc.net

Na tarde desta terça-feira (09), em Volta Redonda, o São Paulo empatou com o Flamengo em 0 a 0 no tempo regulamentar, mas acabou derrotado nas cobranças de pênalti (3x4) e deixou o Campeonato Brasileiro nas semifinais. A primeira partida, disputada em Osasco, terminou em 2 a 2. 

Sem Marquinhos, que recebeu o terceiro cartão amarelo na primeira partida, o técnico Rafael Paiva mudou a equipe não só no ataque, mas em outras áreas. Patryck começou na lateral-direita, Miguel e João Adriano ganharam vagas no ataque ao lado de Cachoeira.

O Tricolor esperava uma partida complicada e foi isso o que viu no primeiro tempo. Apesar de tentar atacar por todos os lados, o Flamengo dificultou bastante a vida dos são-paulinos. A melhor chance foi aos 15 minutos, em cobrança de falta feita por Pedrinho que o goleiro foi buscar no ângulo. 

O São Paulo voltou melhor no segundo tempo e conseguiu mais oportunidades no ataque, mas sem conseguir balançar as redes. Antes dos dez minutos, duas mudanças: saíram Pedrinho e Miguel, entraram Pagé e Cauê. Cinco minutos depois, outras três alterações: Nathan e Talles Wander nas vagas de João Adriano e Cachoeira.

Aos 18 minutos, Talles fez uma jogada maravilhosa pela esquerda, driblou dois jogadores, levou pra dentro da área e chutou colocado na trave! Logo depois, Pablo fez a jogada pelo meio e finalizou, mas foi travado. No rebote, Cauê mandou a bomba que passou raspando a trave direita.

Dono do segundo tempo, o São Paulo seguiu com as melhores chances e não deixou o Flamengo respirar, mas não conseguiu balançar as redes, e a partida foi para a decisão por pênaltis. O goleiro Young parou uma das cobranças dos flamenguistas, mas o Tricolor desperdiçou com Patryck e Pagé, e a vaga ficou com os donos da casa – Talles Wander, Cauê e Luizão converteram.

São Paulo: Young; Patryck, Fábio, Luizão e Gabriel; Pablo, Talles (Léo, 43min/2ºT), Pedrinho (Pagé, 9min/2ºT), João Adriano (Nathan, 15min/2ºT), Cachoeira (Talles Wander, 15min/2ºT) e Miguel (Cauê, 9min/2ºT)
Técnico: Rafael Paiva