São Paulo F.C



Defensores puxam reação histórica no título paulista Sub-17

Gols que levaram partida para a decisão por pênaltis passaram pelos pés de três zagueiros são-paulinos

8370.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

Em uma reação histórica no segundo tempo, a equipe Sub-17 correu atrás do resultado diante do Palmeiras, nesta quarta-feira, no Pacaembu, e conseguiu levar a decisão do Campeonato Paulista para os pênaltis. Após sair atrás no marcador e sofrer três gols, os são-paulinos marcaram duas vezes para fazer 4x2, placar que levaria a decisão às penalidades.

Curiosamente, os gols marcados no tempo regulamentar saíram dos pés de dois defensores, com a participação de um terceiro: Pablo abriu o placar após passe de Guilherme, e Luizão fez o segundo gol depois da jogada feita por Juan (atacante). Radiante após a vitória nas penalidades, o trio da defesa falou do momento inesquecível com a camisa do Tricolor.

“É um jogo que vai ficar marcado na nossa história. Conseguimos reverter o placar e empatar no tempo regulamentar daquela forma. A união do nosso grupo e a força de vontade de vencer esse campeonato foram essenciais para conseguirmos esse objetivo, estamos muito felizes”, afirmou Pablo.

Guilherme, que fez o passe para Pablo marcar o primeiro gol, entrou em campo segundos antes do lance decisivo. “Era pra ser. Entrei em campo e mal deu tempo de correr para a área, já tive a felicidade de me posicionar bem para fazer o passe para o Pablo.  O que vivemos ontem foi inacreditável, uma emoção enorme”, completou.

Luizão, capitão do Tricolor, deu uma de centroavante para fazer o segundo gol, aos 44 minutos do segundo tempo. Após jogada fantástica de Juan, o zagueiro finalizou a marca do pênalti para marcar. Um dos líderes do elenco, ele também converteu a cobrança na disputa de pênaltis.

“Sempre tento ajudar na bola área, mas naquele lance acho que fui predestinado de estar ali, não era esperado um zagueiro estar posicionado naquele momento. Vi o espaço e consegui estar lá para ajudar o São Paulo, é uma sensação única poder levantar um título com a camisa do Tricolor”, finalizou.