São Paulo F.C



Em busca do tetracampeonato da Copa SP, São Paulo enfrenta o Vasco

Tricolor contará com o apoio da torcida, que esgotou os ingressos, e aposta na força do elenco para a decisão do maior torneio de base do Brasil

_MG_5737.JPG

Por Tetê Viviani/Colaboração

Após 23 dias de competição, 126 equipes ficaram para trás, restando apenas São Paulo e Vasco na disputa do título da 50ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior. No aniversário de 89 do time do Morumbi e 465 anos da cidade de São Paulo, o torcedor espera comemorar o tetracampeonato da equipe de Cotia, no Pacaembu, nesta sexta-feira, dia 25, às 15h30, no maior torneio de base do país.

Desde o dia 2 de janeiro em Araraquara, jogando na Arena da Fonte Luminosa, o São Paulo, que foi acolhido pelos torcedores do interior, evoluiu em campo e deixou para trás os times da Holanda/AM, Serra/ES, Ferroviária/SP, Rio Claro/SP, Mirassol/SP, Cruzeiro/MG e Guarani/SP, com seis vitórias e dois empates, sendo uma das classificações, diante dos mineiros, nos pênaltis. Agora é a vez da torcida da capital incentivar o Tricolor em busca do tetracampeonato, somando-se aos títulos de 1993, 2000 e 2010.

Com ingressos esgotados, sendo a maioria dos setores destinado aos são-paulinos, o Tricolor entrará em campo nesta tarde reforçado do artilheiro da competição, Gabriel Novaes, que cumpriu suspensão automática na semifinal, diante do Guarani. Danilo, que o substitiuiu na ocasião, será o desfalque da vez, cumprindo suspensão pelo segundo cartão amarelo. Com nove gols até o momento, Novaes terá uma disputa pessoal com Tiago Reis, do Vasco, vice-artilheiro, com um gol a menos. 

Sempre visando o aprendizado e a formação de atletas para o time principal, o técnico Orlando Ribeiro aposta em um grande jogo, em que espera que os jogadores aproveitem o momento ao máximo. "É importante vencer, importante que os garotos consigam se destacar sendo campeões. Mas é muito mais importante você chegar a uma final, ou próximo a uma final, e ter a consciência de que, se você não venceu naquele momento, pode vencer muito mais ali na frente. É importante vencer, mas o aprendizado que eles têm é mais importante ainda”, disse o treinador.

"Tudo na base tem que ser usado como aprendizado, porque eles estão se preparando para o profissional, então esse é um momento ímpar. Eles sabem a importância da torcida, sabem a importância do campeonato, a grandeza deste jogo. Independentemente do que acontecer, depois nós vamos nos reunir e conversar sobre o que fizemos de bom, o que temos que ajustar, mas agora é hora de aproveitar o momento", emendou.

A grande final do principal torneio de base do país envolveu 3.088 atletas, teve mais de 730 gritos de gols e novos jogadores despontando em cenário nacional, atraindo milhares de olhares dos torcedores por mais de 20 dias. O desfecho está marcado para às 15h30, com transmissão da Rede Globo, Sportv, ESPN e Rede Vida.