São Paulo F.C



Após vencer a Ferroviária, Orlando Ribeiro aprova "reajustes" durante a partida e evolução

Mesmo com artilheiro Gabriel Novaes substituído ainda no primeiro tempo e Diego expulso no segundo, Tricolor manteve vantagem no placar e avançou às oitavas da Copinha

orlando

Por Tetê Viviani/Colaboração

Na noite do último domingo, dia 13, o São Paulo venceu a Ferroviária, por 2 a 0, e avançou às oitavas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Com 20 minutos do primeiro tempo, o Tricolor havia feito dois gols e controlava a partida, mas a substituição de Gabriel Novaes, por choque na cabeça, e a expulsão de Diego, deram emoções “extra” a partida.

Diferente do jogo da primeira fase, em que São Paulo e Ferroviária empataram em 2 a 2, o Tricolor teve maior controle do jogo. Com gols de Gabriel Novaes, aos  8 minutos, e Fabinho, aos 20, o time de Cotia ficou em vantagem no placar e segurou a vantagem até o fim. “A Ferroviária estava viva no jogo e nós conscientes do que poderíamos fazer. Estávamos mais atentos no que tínhamos errados e no empate que tomamos na primeira fase. A zaga estava mais séria, o time mais ligado, foi uma evolução”, analisou o técnico Orlando Ribeiro, que lamentou a expulsão de Diego, no meio do segundo tempo.

“Tivemos um erro do Diego e já chamamos a atenção dele. É o capitão da equipe e isso não pode acontecer novamente. Poderia ter colocado tudo a perder. Mas é um menino, vai aprender. Temos que conversar com ele e explicar onde errou”, comentou o treinador, que ressaltou outro fator que atrapalhou seus planos iniciais: a saída de Gabriel Novaes, aos 28 minutos do primeiro tempo.

Artilheiro, com oito gols na Copinha, o camisa 9 precisou ser substituído ainda no primeiro tempo, após um choque de cabeça, que lhe rendeu três pontos atrás da cabeça no intervalo e observação médica. Autor do primeiro gol, o jogador também deu assistência para o segundo, de Fabinho.

“A saída do Gabriel Novaes desequilibrou a equipe. Demoramos para encontrar novamente um padrão para jogar. Não é simples, já perdemos o [Gabriel] Sara (por lesão na coxa esquerda, o meia não atuará mais na Copinha 2019) e durante essa partida o Gabriel Novaes. Tivemos que nos ajustar”, lembrou.

Com apenas um dia entre os jogos, o elenco Tricolor faz treino regenerativo, alguns ajustes e assiste aos jogos do próximo adversário, o Mirassol, nesta segunda-feira (14). Pelas oitavas de final da Copinha, as duas equipes se enfrentam na Arena da Fonte Luminosa, às 19h30, desta terça (15), com entrada gratuita aos torcedores e transmissão Sportv.