São Paulo F.C



Com boa vantagem, Orlando Ribeiro quer Sub-20 com os pés no chão

Podendo perder em Cotia por dois gols de diferença na volta da Copa do Brasil, técnico relembra eliminação com o Sub-17 e se diz calejado

IMG_1615.JPG

Por Igor Amorim/saopaulofc.net

O São Paulo saiu em vantagem na busca por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil Sub-20. Com gols de Rodrigo e Gabriel Novaes (2), o Tricolor venceu por 3 a 0, e pode até ser derrotado por dois gols de diferença no CFA Laudo Natel, na próxima quinta-feira (19), às 15h. O técnico Orlando Ribeiro fez uma analise da partida e mantêm os pés no chão, sabendo que ainda restam 90 minutos de batalha.

O São Paulo dominou o primeiro tempo, criou boas chances, mas só abriu o placar aos 36 minutos, com Rodrigo, de pênalti. Aos 43 e 47 minutos, foi a vez de Gabriel Novaes brilhar, 3 a 0. Tentando diminuir o prejuízo no segundo tempo, o time da casa pressionou e chegou até a carimbar a trave, mas a defesa aguentou bem a pressão e não levou gols.

Weverson, que já tinha cartão amarelo por falta, foi expulso injustamente na etapa final, pelo árbitro considerar “cera” o pouco tempo que o atleta buscava opção para bater o lateral. O homem do apito foi bastante questionado pelo treinador, que já tinha reclamado dos critérios do árbitro em outros lances.

“Na Arena sempre o jogo é difícil e sempre temos dificuldades com a arbitragem, mas saímos muito bem. No primeiro tempo conseguimos fazer 3 gols, poderia ser mais. No segundo tempo, eles pressionaram, subiram a linha, e sofremos um pouquinho. Agora temos que buscar um equilíbrio entre o que foi feito no primeiro e no segundo tempo”, analisou.

Sobre o placar de 3 a 0, Orlando considerou justo pelo andamento da partida. “Refletiu pelo que foi o primeiro tempo, com nossas chances muito mais reais. Eles tiveram mais bolas alçadas e pressão. Fizemos um resultado muito bom, importante”, ponderou.

Orlando não se ilude com o placar amplo. Ainda na memória, o comandante salientou o ocorrido em 2017, quando comandando o Sub-17, foi surpreendido justamente pela Chapecoense, em Cotia, culminando na eliminação do torneio, com derrota por 4 a 2.

“Nada está ganho. Eu sei isso na pele. Vim com o Sub-17, fizemos 2 a 0 aqui na Arena, e acabamos eliminados em Cotia. Então, o comandante está calejado para que isso não aconteça de novo. Faremos de tudo para classificar, sem errar como erramos no passado”, lembrou.

Antes do duelo de volta da Copa do Brasil, o Tricolor iniciará a busca pelo título do Campeonato Paulista. A estreia será na segunda-feira, dia 16, às 10h, no Estádio do Canindé, diante da Portuguesa. Orlando ainda analisará a melhor tática e escalação, com foco principal no torneio nacional.

“A Copa do Brasil é eliminatória, temos que ter mais atenção. O Paulista dá ritmo para alguns que não estão atuando. Só saberei mais próximo do jogo quem tem condições, quem será melhor ser poupado. Mas a Copa do Brasil, por ser eliminatória, terá mais nosso foco. Temos mais calma para pensar no Paulista, a longo prazo”, finalizou.