São Paulo F.C



Nos pênaltis, Tricolor é derrotado na Libertadores Sub-20

Após buscar empate em 1 a 1 no tempo normal, são-paulinos se despedem da competição sulamericana em quarto lugar

O São Paulo entrou em campo na tarde deste sábado, dia 24 de fevereiro, em busca do terceiro lugar na Libertadores da América Sub-20. Diante do River Plate (URU), jogando no Estádio Centenário, em Montevidéu, Uruguai, o Tricolor saiu atrás no marcador, e, apesar de boas chances e volume de jogo, só chegou ao empate aos 44 minutos do segundo tempo, com Walce. Na disputa de pênaltis, 5 a 4 para os uruguaios.

André Jardine encarou a disputa do terceiro lugar como uma final, sem poupar qualquer jogador e pedindo para os atletas terminarem a temporada em alto rendimento.  Com isso, foi a campo com Júnior, Tuta, Walce, Rodrigo, Liziero, Cássio, Luan, Gabriel Sara, Igor Gomes, Helinho e Toró.

Com mais posse de bola, o São Paulo se mantinha no ataque a maior parte do tempo. Com bons botes no meio de campo, Luan armava ataques e também arriscava de fora da área. Sem conseguir acertar o último passe, foram os uruguaios que conseguiram encaixar um contra-ataque. Em falha do São Paulo no meio campo, o River conseguiu recuperar a bola e fazer troca de passes na área, abrindo o placar aos 20 minutos, com Cristian Martin.

Aos 25 minutos, Helinho armou boa jogada na área, mas o goleiro saiu de soco. No rebote, Gabriel Sara pegou de bicicleta, mas a bola saiu à esquerda do goleiro. Aos 35 minutos, Helinho chegou bem na linha de fundo, driblou, e cruzou, mas a bola foi colocada para escanteio. Igor Gomes cobrou, porém o goleiro saiu na bola. Aos 40 minutos, Gabriel Sara driblou na área e foi derrubado, mas o juíz mandou seguir. Depois foi a vez de Tuta levar uma rasteira, e novamente, nada foi marcado.

No segundo tempo, o São Paulo voltou sem alterações, e novamente foi atacando. Toró cabeceou e a bola foi para escanteio. Aos 5 minuto, Helinho acertou um belíssimo chute de fora da área, mas o goleiro buscou no ângulo. No lance seguinte, o zagueiro acertou Helinho na disputa de bola. 

Aos 10 minutos, Antony teve que entrar na vaga de Helinho, que estava sentindo dores no pé. Logo no primeiro lance, Antony, que completou 18 anos neste sábado, carimbou o travessão. Em seguida, em jogada trabalhada, novamente a bola sobrou para ele, mas o chute foi por cima do gol. O Tricolor era melhor, mas a bola não entrava. 

Aos 18 minutos, André Jardine precisou tirar Luan, com dores no quadril, entrando Fabinho. Aos 28 minutos, a última cartada vinda do banco, Oliveira na vaga de Gabriel Sara. Em contra-ataque, o River quase ampliou, mas Júnior fez três defesas em sequência, salvando o Tricolor. Apesar da posse de bola, o São Paulo não conseguia infiltrar na área, não revertendo o placar do primeiro tempo.

Até que, aos 44 minutos, finalmente o gol saiu, e de um zagueiro. Antony cruzou pela direita, Toró furou, mas Walce estava lá para cabecear. Nos acréscimos, Liziero foi expulso pelo segundo cartão amarelo. Aos 49 minutos, Oliveira cruzou,  Antony quase virou, mas a decisão foi mesmo para os pênaltis.

Rodrigo converteu o primeiro, Walce o segundo, Igor Gomes o terceiro. O adversário também fez seus três. Oliveira fez a quarta cobrança, mas o goleiro defendeu. O adversário ficou na frente, 4 a 3. Fabinho fez o dele, e toda pressão ficou para Júnior, que não defendeu. 5 a 4. 

A delegação Sub-20 do Tricolor retorna para São Paulo neste domingo, dia 25 de fevereiro. Os atletas e comissão técnica terão férias antes de iniciar a temporada 2018 do calendário juniores, que tem Campeonato Brasileiro, Paulista, Copa do Brasil e Copa RS. 

São Paulo: Júnior, Tuta, Walce, Rodrigo, Liziero, Cássio,  Luan (Fabinho 18'/2T), Gabriel Sara (Oliveira 28'/2T), Igor Gomes, Helinho (Antony 10'/2T) e Toró.
Técnico: André Jardine