São Paulo F.C



Sub-20 buscará última vitória em Montevidéu

Apesar da derrota na semifinal, Jardine exalta trabalho que está sendo feito na base e visa amadurecimento dos atletas

8K1A3285.JPG

Por Igor Amorim/saopaulofc.net

O sonho do bicampeonato da Libertadores da América Sub-20 não será concretizado em 2018. Após a derrota para um dos anfitriões da casa, o Nacional, o Tricolor permanece em Montevidéu, no Uruguai, para a disputa do terceiro lugar, contra o River Plate, também uruguaio.

A partida está marcada para o sábado, dia 24 de fevereiro, às 14h15, no Estádio Centenário, com transmissão ao vivo da Fox Sports. A grande final acontece no mesmo dia, logo em seguida, às 16h30, entre Nacional e Independiente del Valle, do Equador.

Sobre a derrota para o Nacional na semifinal, Jardine analisou a partida. “Temos que aceitar que não jogamos bem. Fizemos uma sequência incrível na Copa RS e também na Copa São Paulo, mas desta vez não encaixou. O adversário se comportou muito bem e fez por merecer, foi mais maduro e consciente”, comentou o técnico.

Questionado se a derrota e a impossibilidade de lutar pelo título o deixariam alguma lição, André Jardine preferiu ponderar o quanto o time cresceu em toda trajetória nos últimos três torneios, e acredita que derrotas trazem amadurecimento aos jovens atletas.

“Temos que ter tranquilidade e ver que o trabalho vem sendo bem feito, chegamos em duas finais e uma semifinal de um torneio gigante, então não podemos achar agora que tudo está errado. Perdemos jogadores no meio das competições para o profissional e nos reinventamos. Fica de lição que estamos com uma geração jovem promissora e que temos que amadurecer”, ponderou.

Para o duelo final em Montevidéu, André Jardine não poupará forças para ficar com o bronze no torneio. Além do status da competição, também há premiação aos clubes.