São Paulo F.C



Pelas quartas de final da Copa RS, São Paulo encara o Corinthians

Esperando jogo difícil, Orlando Ribeiro vê adversário mais entrosado, mas aposta em vontade e superação Tricolor por vaga na semifinal

FENX8623.jpg

Por Everton Silveira/saopaulofc.net

Nesta terça-feira, dia 11 de dezembro, começam às quartas de final da Copa Internacional Ipiranga, a Copa RS. Após terminar a primeira fase como líder do Grupo B, o Tricolor estreia na fase mata-mata com um clássico paulista, diante do Corinthians. A partida acontece às 19h15, no campo do Sesc, de Porto Alegre. Para o técnico Orlando Ribeiro, o São Paulo terá que se superar para eliminar o organizado e entrosado rival.

Com o término do Campeonato Paulista e o título da Supercopa, sobre o Palmeiras, o que garantiu o Tricolor na Libertadores Sub-20 de 2019, o elenco júnior passou por modificações. Com atletas promovidos e em transição para o time principal, o técnico Orlando Ribeiro optou por convocar atletas com idade para atuar na Copa São Paulo de Futebol Júnior (nascidos a partir de 1999) já para a Copa RS, usando a competição como preparatória. Era possível ainda inscrever até cinco atletas nascidos em 2001 (ainda com idade para atuar no juvenil), e o comandante assim fez, renovando o elenco.

Reformulado, o time de Cotia está ganhando entrosamento e ritmo durante a competição, superando dificuldades e encontrando formato em grandes confrontos, como nos da primeira fase, contra o Nacional/URU, Cruzeiro, Flamengo e Independiente/ARG.Diante do Corinthians, mais uma vez o São Paulo terá que se superar, na visão do técnico Orlando Ribeiro, que vê o adversário já formado, uma vez que manteve o mesmo time vindo da final do Campeonato Paulista, no qual foram vice-campeões.

“Nós tivemos dificuldades nos primeiros jogos por vir para o torneio sem sete atletas que jogaram às semifinais do Campeonato Paulista e finais da Supercopa. Eles (Corinthians) mantiveram o elenco, estão melhores entrosados, e com isso eles saem na nossa frente”, ponderou

“Sempre será um jogo difícil, um clássico, aquele jogo que todo atleta quer estar e se superar, com rivalidade envolvida, não faltará vontade dos atletas do São Paulo, o que também equilibra o confronto, além da qualidade dos jogadores. O Corinthians é um time muito bem formado pelo Barroca, técnico que conheço bem, sei que nos dificultará muito. Teremos que superar essas dificuldades, viemos para nos virar e fazer o melhor”, emendou.

Durante toda primeira fase, o São Paulo atuou no campo do Complexo da PUC, mesmo campo que abrigará as semifinais e a grande final. Porém, por determinação da Federação Gaúcha de Futebol, as partidas entre Internacional e Cruzeiro e São Paulo e Corinthians, pelas quartas de final, serão no SESC.

Com jogos da chave A realizados neste campo na fase classificatória, Orlando Ribeiro fez a análise do “novo campo”. “O campo do SESC está em piores condições que o da PUC, pode ser que atrapalhe o bom futebol das duas equipes, que priorizam o toque de bola”, observou.

Contando com a volta do zagueiro Fasson, que cumpriu suspensão automática, e sem contar com Rafael, com lesão na coxa, São Paulo e Corinthians se encontram em campo nesta terça-feira, dia 11 de dezembro, às 19h15, no Campo do SESC de Porto Alegre. Além de ter entrada gratuita aos torcedores, a partida terá transmissão ao vivo pelo SporTV. O vencedor enfrentará o Vasco, que eliminou o Grêmio nos pênaltis, na semifinal.