São Paulo F.C



São Paulo é bicampeão da Copa Ouro Sub-20

Tricolor supera o São Bento por 2 a 0 e conquista pela segunda vez consecutiva a competição

É campeão! Jogando em Cotia, no CFA Laudo Natel, o Tricolor buscava o bicampeonato da Copa Ouro Sub-20. Diante do São Bento, na manhã desta terça-feira (17), o São Paulo venceu o São Bento por 2 a 0, jogando o segundo tempo todo com um jogador a menos.

O técnico Vizolli, comandando a equipe Sub-19 do Tricolor, começou a partida com Lucas Gomes, Danilo Belão, Igor Morais, Rodrigo, Caique, Luizão, Jeferson, Oliveira, Guilherme Bissoli, Jean Patrick e Felype Hebert. Os 20 primeiros minutos do jogo foram de muita marcação do time de Sorocaba, dando pouco espaço para o São Paulo atacar. Tentando jogadas mais pelas laterais, o Tricolor chegou com perigo aos 28 minutos, após cruzamento de Caique, Jean Patrick escorou para o meio da área, mas Felype Hebert, de carrinho, não alcançou.

Aos 36 minutos, após falta, Oliveira cobrou na cabeça de Igor Morais, que abriu o placar para o time de Cotia. Aos 42, o Tricolor ampliou com Jean Patrick, também de cabeça, com cruzamento de Guilherme Bissoli pela esquerda.

No início do segundo tempo, aos 3 minutos de jogo, Igor Morais derrubou o atleta do São Bento fora de campo, sendo expulso de forma direta. Luizão foi recuado para jogar ao lado de Rodrigo na zaga. Mesmo com a desvantagem numérica, o São Paulo era melhor no jogo e chegava com mais perigo ao ataque. Aos 18, Liziero entrou no lugar de Oliveira.

O jogo ficou bastante violento na etapa final. Caique levou um carrinho e Jean Patrick levou um tapa no rosto, mas o juiz mostrou apenas amarelo. A partida ficou truncada, com diversas discussões em campo e pouca bola rolando. Felype Hebert saiu para a entrada de Marlon, aos 30 minutos.

Para segurar a partida, Gleisson entrou no lugar de Jean Patrick. Gaúcho substituiu Bissoli. O jogo permaneceu pegado até o último minuto, mas o São Paulo manteve bom comportamento para administrar o placar favorável. Fim de jogo! 2 a 0 Tricolor e o bicampeonato garantido. Em 2015, a vitória foi sobre a Ponte Preta.

Capitão da equipe, Felype Hebert levantou a taça de campeão e também ganhou o prêmio de melhor jogador da competição, eleito pela Associação Paulista de Futebol (APF).