São Paulo F.C



Após boa campanha, Juvenil fica com vice-campeonato em Santiago

Juvenil do São Paulo perde final para o Cruzeiro/RS, anfitrião do torneio, por 1 a 0

IMG_5094 - Copia.jpg

Por Elias Alfonso - Click Santiago

Na noite deste sábado, dia 23 de janeiro, o São Paulo entrou em campo para a disputa da final da 28ª Copa Santiago, no Rio Grande do Sul. Diante do time da casa, Cruzeiro/RS, o Tricolor foi derrotado por 1 a 0, ficando com o vice-campeonato.

O técnico Orlando Ribeiro levou o São Paulo a campo com a mesma escalação inicial da vitória sobre o Avaí, nas semifinais, na última sexta-feira, na belíssima vitória por 4 a 3: Denis, Viveiros, Igor Moraes, Rodrigo e Dip; Luizão, Liziero; Caique, Caio, Bissoli e Paulinho.

O time da casa iniciou a partida jogando no ataque, e aos 8 minutos fez o goleiro Denis trabalhar. O camisa 1 tirou a bola em cima da risca do gol. Depois do susto, o Tricolor começou a se encontrar na partida, equilibrando o jogo. Aos 30 minutos, Caíque penetrou na área, matou no peito e finalizou, mas a bola foi na trave.

No segundo tempo, no início, o camisa 7 do Cruzeiro, Silvano, saiu da defesa costurando até o ataque, batendo na saída de Denis, fazendo 1 a 0 para o time da casa. Com obrigatoriedade de fazer o gol, o São Paulo fez duas substituições: Caio deu lugar para Danilo e saiu o zagueiro Igor Moraes, entrando o atacante Kiefer.

Faltando apenas 5 minutos para o final da partida, Paulinho chutou e o goleiro do Cruzeiro, Willian, fez um verdadeiro milagre, tirando a bola em cima da linha, a queima-roupa. O São Paulo continuou pressionando, mas não balançou as redes.

Após terminar a primeira fase na segunda colocação do Grupo B, o São Paulo superou a Ponte Preta e o Avaí, nas quartas e semifinal, respectivamente, e chegou a grande final da 28ª Copa Santiago de Futebol Juvenil. As únicas derrotas que teve na competição, curiosamente, foram para o Cruzeiro/RS, na primeira fase, por 2 a 1, e na final, por 1 a 0.

Como destaques individuais, premiados pela organização do torneio, o Tricolor teve Paulinho, artilheiro da disputa com cinco gols, e Liziero, escolhido o melhor jogador do campeonato.