São Paulo F.C



Jardine prevê duelo equilibrado com o Flamengo, mas aposta no poderio ofensivo tricolor

São Paulo balançou as redes em todos os jogos da Copinha. Até aqui, foram 21 gols em seis jogos (média de 3,5 por partida)

9767.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

Entre os oito melhores clubes da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2016, o Tricolor terá um grande desafio pela frente. Na próxima quarta-feira (20), às 19h30 (de Brasília), na Arena Barueri, o São Paulo enfrentará o Flamengo em busca de uma vaga na semifinal da maior competição de base do país. O duelo com os cariocas é considerado pelo técnico André Jardine um dos mais acirrados nas quartas de final. Por isso, o comandante aposta no poderio ofensivo são-paulino, que balançou as redes em todos os jogos até aqui.

Em seis partidas, foram 21 gols (média de 3,5 por partida). E apesar do 'número elástico', os garotos revelados no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, em Cotia, não tiveram vida fácil para envolver as defesas adversárias. "Nós enfrentamos equipes que se defendiam com os 10 jogadores de linha atrás da linha da bola. Incrível como os adversários respeitam a camisa do São Paulo. Foi assim contra Taboão da Serra (2 x 2 e classificação nos pênaltis) e Figueirense (1 x 0)", avalia o treinador, que elogia a postura aguda do time.

"Mas, mesmo com as adversidades, a nossa equipe teve aplicação ofensiva e procurou trabalhar bem a bola em em todos os jogos. Desde o ano passado, conseguimos premiar a nossa ofensividade com bons resultados. Nosso time acredita na postura ofensiva, e foi assim que conquistamos os títulos da Copa Ouro, da Copa do Brasil e da Copa RS, em 2015", acrescenta Jardine, que projeta o embate com os flamenguistas.

"O Flamengo tem uma equipe muito técnica, e acredito que será um jogo duro. Será uma das partidas mais técnicas da competição e decidida nos detalhes, porque os dois clubes contam com uma grande geração de atletas. O jogo será bem disputado e em altíssimo nível", opinou o comandante são-paulino, que em seis duelos no torneio viu o Tricolor sofrer apenas três gols.

Para chegar até aqui, o São Paulo liderou o Grupo 17 na primeira fase, com nove pontos: Paulista de Jundiaí (4 x 0), Tiradentes-CE (7 x 0) e Audax-SP (3 x 1). Depois, na segunda fase, eliminou o Taboão da Serra nos pênaltis após empate por 2 a 2 no tempo regulamentar. Na terceira fase, vitória sobre o Figueirense (1 x 0). Por fim, goleada sobre o Rondonópolis por 4 a 0 na quarta fase da Copinha.