São Paulo F.C



Tricolor domina o jogo, mas acaba eliminado na Copinha

São Paulo perdeu para o Corinthians, em Limeira, e se despediu da competição na semifinal

O Tricolor teve o dobro de chances, acertou a trave três vezes, mas acabou derrotado pelo Corinthians por 3 a 0 na noite desta quinta-feira (22) e acabou eliminado na semifinal da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2015, em Limeira. Mais ofensivo e lutando até o apito final, o São Paulo vendeu caro o revés para o arquirrival no Majestoso e ainda viu a arbitragem não marcar um pênalti quando o duelo estava empatado.

O resultado, no entanto, não diminui em nada a grande participação da equipe na Copinha. Sempre envolvente e buscando o gol, o Tricolor encantou a torcida são-paulina e mostrou que está no caminho certo para revelar grandes jogadores no futuro. O São Paulo se despediu do campeonato com 20 gols anotados, belas atuações e momentos que ficarão marcados, como o gol olímpico de João Paulo.

Para encarar os corintianos, o técnico Menta manteve a formação que goleou o Atlético-MG (4 x 0) nas quartas de final e escalou o time com Lucas Paes; Wellington Cabral, Hugo, Vitor Tormena e Matheus Reis; Gustavo Hebling, Lucas Fernandes e Leonardo Prado; Luiz Araújo, Inácio e João Paulo.

Com a bola rolando, o clássico começou pegado e com as duas equipes marcando firme. Luiz Araújo, habilidoso, tentava envolver a defesa adversária com dribles pelas pontas e, assim, abrir espaços para o centroavante João Paulo. O São Paulo começou a partida demonstrando mais volume de jogo, mas o Corinthians aos poucos conseguiu sair jogando.

No entanto, quando o duelo era equilibrado, o arquirrival abriu o placar na capital paulista com Matheus Vargas, aos 21 minutos. O gol incendiou o confronto, que deixou os dois times bastante pilhados. O Tricolor, em busca do empate, se lançou ao campo de ataque, enquanto os corintianos tentavam aproveitar os contragolpes.

Mais aguda, a equipe são-paulina partiu para cima do adversário. As principais jogadas do time acontecem pelos lados, com Inácio e Luiz Araújo acionando constantemente João Paulo. Porém, assim como no primeiro gol - quando eram pressionados -, os corintianos marcaram. Léo Príncipe, aos 31 minutos, anotou o segundo gol do Majestoso.

Após sofrer o tento, os comandados do técnico Menta tentaram colocar a cabeça no lugar e passaram a tocar a bola para buscar o momento certo de dar o bote. Aos 39 minutos, João Paulo bateu escanteio com perigo e por pouco não fez o segundo gol olímpico dele nesta Copinha. A bola foi no travessão! Pouco depois, aos 41, novamente o camisa 9 arriscou na cobrança de escanteio, bem fechada, e viu a defesa rival se desdobrar para afastar o perigo.

Daí em diante, para evitar as descidas do Tricolor, o arquirrival tratou de tocar a bola e fazer o tempo passar até o intervalo. Na volta para a segunda etapa, ofensivo e sem deixar o Corinthians respirar, o São Paulo encurralou o adversário. Logo no primeiro minuto, João Paulo escapou bem pelo meio da área e chutou na saída de Caíque França, mas a bola acertou a trave esquerda.

Muito melhor no clássico, o time são-paulino tomava conta do jogo, enquanto via os corintianos tentarem algo nos contra-ataques. A equipe criava mais chances, mas esbarrava na falta de sorte nas finalizações. Aos 13, após cruzamento da esquerda, Inácio testou, o arqueiro rival fez grande defesa e, na sobra, o chute de João Paulo passou rente a trave. Pouco depois, Inácio carimbou o travessão e também passou perto de marcar.

Porém, novamente após conter as investidas tricolores, o Corinthians marcou. Aos 26 minutos, Gabriel Vasconcelos bateu a defesa são-paulina e fechou o placar em Limeira. David Neres e Felype Hebert ainda entraram no decorrer da partida para tentar mudar o panorama do Majestoso, mas os corintianos levaram a melhor: 3 a 0.