São Paulo F.C



Em jogo de ídolos, Tricolor faz a festa Ilhabela

Raí e Careca promoveram partida festiva para comemoração dos 20 anos do primeiro título mundial do clube

Foi uma tarde especial para o torcedor são-paulino. De um lado, Raí e seus amigos. Do outro, Careca e sua patota. Parte da comemoração dos 20 anos do primeiro título mundial do São Paulo, o jogo festivo agitou o Estádio Municipal Ferreirão, em Ilhabela, na tarde desta sexta-feira.

O evento reuniu grandes ídolos da história do Tricolor. Os patronos Raí e Careca foram os mais assediados pela torcida. Com a bola rolando, nostalgia ao ver Oscar, Dinho, Macedo, Ronaldão, Ronaldo Luiz, Raí, além de Careca, novamente juntos para os torcedores delirarem.

Não teve uma divisão de torcida, afinal o grande vencedor era o próprio torcedor são-paulino. O empate em 2 a 2 fez a alegria de ambas as equipes. No time de Raí, Marquinhos e Robson fizeram os gols, enquanto Pavão e Sidnei completaram para os selecionados de Careca.

"É uma alegria encontrar os amigos de várias gerações, recordar os momentos que vivemos juntos e poder compartilhar com os torcedores. Isso é a grande magia do projeto. A torcida poder estar mais próxima e saber os bastidores da nossa história", disse Raí.

Careca não esteve no título mundial, mas é considerado até hoje um dos principais personagens da rica história do São Paulo. Grande artilheiro do clube, o ex-atacante enalteceu o evento desta sexta-feira e a convivência com os torcedores.

"Está sendo muito legal conviver com o torcedor praticamente 24 horas. A gente almoça juntos, janta, toma uma cerveja... está sendo espetacular. Tivemos um jogo magnifico e espero que possamos nos divertir muito mais ainda", disse Careca.

A embarcação são-paulina saiu de Santos na última quinta-feira e terminará o cruzeiro no próximo domingo em Búzios. Um momento único que o torcedor são-paulino está vivendo. Afinal, não é sempre que se pode viajar ao lado de ídolos que até então só eram vistos pela televisão.