São Paulo F.C



Tréllez mira vantagem na Argentina para decidir a vaga no Morumbi

Na quinta-feira (12), no Estádio Gigante de Arroyito, São Paulo estreará na Sul-Americana diante do Rosario Central

3286.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

Na noite da próxima quinta-feira (12), no Estádio Gigante de Arroyito, o Tricolor estreará na Sul-Americana deste ano diante do Rosario Central, em duelo válido pela ida da primeira fase. E para buscar a classificação diante dos argentinos, o atacante Tréllez mira uma vantagem no primeiro confronto entre os clubes de olho na decisiva partida de volta que será disputada no Morumbi, no dia 9 de maio.

“Será um jogo muito difícil e importante para nós. É uma boa oportunidade para conseguir um resultado e fechar a chave em casa. Conheço o estádio, falei com companheiros de como é a forte pressão da torcida deles, mas quem joga no São Paulo tem de estar acostumado a isso, aqui no Brasil também encaramos isso em jogos fora”, avaliou o centroavante, que completou.

“É um compromisso grande e temos de assumir dessa maneira. Nos cobramos sobre melhorar como visitante, porque temos de acostumar a fazer boas partidas dentro e fora de casa. De novo um mata-mata e não podemos perder fora. Temos de ganhar lá para fechar da melhor maneira em casa”, analisou o jogador colombiano, que conhece bem o futebol argentino: defendeu o Velez Sarsfield, de 2008 a 2010, e o Arsenal de Sarandí, em 2015.

Para encarar o Rosario, Tréllez chega embalado por boas atuações: o atacante participou de três dos últimos quatro gols da equipe. Marcou contra São Caetano e Atlético-PR e iniciou a jogada que resultou no gol de Nene, contra o Corinthians.

“Logicamente que ainda falta muita coisa, mas vamos adquirindo aos poucos. Muita coisa do que o Aguirre quer o time ainda não põe em prática, mas isso vem com os jogos. É pouco tempo para treinar, mas a cada jogo evoluímos e entrosamos para ter os resultados. Sabemos que tempo para trabalhar não tem. Tem de mostrar resultado rápido. A cada dia que passa é um dia que tem de tomar seriamente”, disse o camisa 17, que emendou.

“Esse ano o São Paulo tem de ganhar alguma coisa. Temos esse objetivo. Não podemos passar aqui como nos últimos anos. O time está fechado. Estamos tristes pelo jogo passado do Paulista, quando fomos eliminados, e Atlético-PR, mas deixamos no passado. Temos uma boa chance na quinta. É demonstrar em campo com resultados”, finalizou.