São Paulo F.C



Em Criciúma, com boa parte da base campeã mantida, Tricolor inicia busca do Bi

Campeão da Copa Sul-Americana de 2012, São Paulo ainda conta com 12 jogadores daquela conquista

5134.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

Como parte dos planos de garantir uma vaga na Libertadores da América do próximo ano e conquistar títulos na temporada, o Tricolor estreia na noite desta quinta-feira (28),às 20h (de Brasília), em Santa Catarina, na Copa Sul-Americana de 2014. O Criciúma será o adversário do São Paulo, que conta com uma base vitoriosa.

No atual elenco, 12 dos 29 inscritos foram campeões da edição de 2012 na competição internacional: Rogério Ceni, Denis, Léo, Rafael Toloi, Paulo Miranda, Edson Silva, Denilson, Maicon, Paulo Henrique Ganso, Luis Fabiano, Osvaldo e Ademilson participaram da vitoriosa campanha do clube naquele ano.

Além disso, a grande fase do time são-paulino no Campeonato Brasileiro dá motivação extra para os comandados de Muricy Ramalho, que acumulam quatro vitórias seguidas e a vice-liderança do torneio nacional. Os números também mostram que o Tricolor tem condições de arrancar um grande resultado no confronto de ida, válido pela segunda fase da Sul-Americana.

O São Paulo venceu os últimos três jogos como visitante: 1 a 0 sobre o Internacional e 2 a 1 sobre o Palmeiras (pelo Brasileiro) e 2 a 1 no Bragantino (Copa do Brasil). Ao todo, este ano, foram 19 jogos como visitante, sendo nove vitórias, quatro empates e seis derrotas.

Para surpreender o rival, que visitará o Tricolor na próxima semana, no Morumbi, o treinador faz mistério e não revela a escalação. Os meias Kaká e Paulo Henrique Ganso, além do zagueiro Rafael Toloi, não viajaram com a delegação.

Kaká e Toloi seguem a preparação para a partida contra o Figueirense, domingo (31), pelo Brasileiro, enquanto Ganso, suspenso da próxima rodada do nacional, não enfrenta o Criciúma devido ao cansaço muscular e o risco de lesão - é o jogador do elenco que mais atuou na temporada, tendo ficado fora de apenas um dos 40 jogos do time.

Por fim, a disputa da Copa Sul-Americana pode marcar a última atuação internacional do goleiro Rogério Ceni, que tem 11 títulos conquistados fora do Brasil de expressão: bi da Libertadores e do Mundial (93 e 05) , bi da Recopa (93 e 94), uma Supercopa (94) , uma Conmebol (94) e uma Sul-Americana (12). Com a Seleção Brasileira, o capitão tricolor ainda conquistou a Copa das Confederações (97) e o Mundial (2002).