São Paulo F.C



Sem medo de arriscar

Muricy não teme pressão na Colômbia e afirma que Tricolor manterá postura ofensiva contra o Atlético Nacional

IMG_7785.jpg

Por Fernando Nunes / saopaulofc.net

"Nosso time criou uma forma de jogar. E não é porque estaremos em uma decisão, com pressão contra, que temos que mudar. Pelo contrário, chegamos aqui aproveitando nossas qualidades e vamos em busca do gol". A análise do técnico Muricy Ramalho revela a postura que o Tricolor irá adotar diante do Atlético Nacional-COL na noite desta quarta-feira (19), em Medellín, pela ida da semifinal da Copa Sul-Americana de 2014.

Mesmo fora de casa, o treinador não quer ver a equipe são-paulina recuada. Aliás, sempre buscando os gols longe de seus domínios, o São Paulo tem demonstrado eficiência como visitante no torneio continental. Nos três jogos que fez longe do Morumbi na edição deste ano, até aqui, o time balançou as redes em todos: Criciúma (2 x 1), Huachipato-CHI (3 x 2) e Emelec-EQU (3 x 2).

As boas fases de Alan Kardec e Luis Fabiano - liberado pela CONMEBOL após cumprir três jogos de suspensão no torneio pelo cartão vermelho - também dão mais força ao eficiente sistema ofensivo do time brasileiro. Artilheiros do Campeonato Paulista deste ano, com nove gols cada, os camisas 9 e 14 estão em alta.

Nos duelos contra Goiás (3 x 0), Emelec-EQU (4 x 2 e 3 x 2) e Criciúma (2 x 1), Kardec deixou a sua marca ao anotar quatro gols. Já o Fabuloso, que também marcou contra os goianos, bateu as defesas adversárias diante do Vitória (2 x 1), Internacional (1 x 1) e Palmeiras (2 x 0).

Além da dupla, o polivalente Michel Bastos, artilheiro do Tricolor na Sul-Americana com três gols, o experiente Kaká, o Maestro Paulo Henrique Ganso e o reforço de Alexandre Pato dão mais peso ao estilo de jogo que o treinador são-paulino promete manter. Mesmo ciente da pressão da torcida colombiana, Michel Bastos também não quer ver a equipe presa no campo de defesa.

Motivado, o camisa 7 espera abastecer os homens de frente e trazer um resultado positivo na bagagem. "O Muricy ainda não confirmou o time, mas espero aproveitar a boa fase e seguir ajudando o time. Seja com gol, assistência ou até defendendo, o importante é manter a dedicação dos últimos jogos", afirmou o versátil atleta são-paulino.

Vale lembrar que desde a pausa para a Copa do Mundo deste ano, após as estreias de Alan Kardec, Michel Bastos e Kaká, o São Paulo só não balançou as redes em três dos 34 jogos que disputou.  Contratado em junho, Kardec já marcou dez gols pelo São Paulo. No primeiro semestre, pelo Palmeiras, ele também fez dez. Ao todo, o camisa 14 soma 20 gols na temporada, o mesmo número de Luis Fabiano.

O vencedor do confronto entre brasileiros e colombianos enfrentará Boca Juniors ou River Plate, ambos da Argentina. De acordo com o regulamento da Sul-Americana, os gols marcados fora de casa são utilizados como critério de desempate em caso de resultados iguais na ida e na volta.