São Paulo F.C



"Temos duas alternativas: dar desculpa ou ser melhor do que a altitude"

Tchê Tchê concedeu entrevista coletiva a projetou a estreia do Tricolor na Copa Libertadores

4858.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

Na noite da próxima quinta-feira (5), às 21h (de Brasília), na altitude de 3825 metros de Juliaca (PER), o Tricolor fará a sua estreia na Copa Libertadores de 2020 diante do Binacional. E o volante Tchê Tchê já projeta o confronto com os peruanos no Estádio Guillermo Briceño.

“Dei uma pesquisada no "Google", e é uma das maiores altitudes que tem. Então, temos duas alternativas: dar desculpa ou ser melhor do que a altitude. Acredito que será um jogo difícil, e por isso temos que entrar ligados. É preciso ter cautela nas ações dentro de campo”, disse o meio-campista, que emendou.

“Vamos manter o nosso padrão de jogo. Vamos com tudo para tentar conquistar um grande resultado. A gente tem conversado bastante, no ano passado foi um período difícil até conquistar essa vaga, a gente teve que desfrutar também”, afirmou.

E será histórico: com 3825 metros acima do nível do mar, Juliaca é a cidade mais alta a receber um jogo do São Paulo, superando Oruro-BOL (3735m), La Paz-BOL (3640m) e Cusco-PER (3399m).

“Nos preparamos bastante, óbvio que a atmosfera é diferente, tem altitude, mas nosso padrão de jogo será mantido”, concluiu Tchê Tchê. Além dos peruanos, o Grupo D ainda conta com River Plate (ARG) e LDU (EQU).