São Paulo F.C



No clima da Libertadores 2020: Binacional e peruanos

Pela primeira vez na história, o Tricolor enfrentará o clube de Juliaca (PER)

Thiago_Mendes_011.JPG

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net - Thiago Mendes em ação durante o duelo com a equipe peruana do César Vallejo, em 2016

O Binacional fecha a minissérie de matérias do site oficial do São Paulo sobre os confrontos no Grupo D da Copa Libertadores 2020.

> TABELA NO GRUPO D DA LIBERTADORES

O clube peruano tem apenas nove anos de história, e em 2019 conquistou pela primeira vez o Apertura, primeira divisão do Campeonato Peruano de Futebol, em seu segundo ano como participante da primeira divisão do país.

Ainda em 2019, os peruanos participaram pela primeira vez na história de uma competição internacional, a Copa Sul-Americana, quando foram eliminados na primeira fase para o Independiente, da Argentina, em um placar agregado de 6 a 2.

Com o título do Campeonato Peruano, a equipe carimbou vaga para a Copa Libertadores da América 2020, que marcará sua primeira participação no torneio, onde enfrentará logo na fase de grupos três equipes que já levantaram a taça pelo menos uma vez: São Paulo (1992, 1993 e 2005), River Plate (1986, 1996, 2015 e 2018) e LDU (2008).

O atual campeão peruano contará com a altitude de mais de 3,8 mil metros e o forte desempenho dentro de casa para conquistar pontos na competição. Ao longo do campeonato peruano de 2019, foram apenas duas derrotas jogando no Estádio Guillermo Briceño Rosamedina, em Juliaca.

O São Paulo nunca enfrentou o Binacional, mas contra clubes peruanos leva vantagem: foram 26 jogos, com 18 vitórias são-paulinas e oito empates.

São Paulo e Binacional se enfrentarão pelo grupo D, no dia 05 de março (quinta-feira), às 23h (de Brasília), em Juliaca (PER), e no dia 05 de maio (terça-feira), às 21h30 (de Brasília), no Morumbi.