São Paulo F.C



Tricolor larga na frente, mas acaba eliminado

De virada, São Paulo acaba derrotado pelo Bragantino e, agora, terá a disputa da Copa Sul-Americana pela frente

O Tricolor até largou na frente, mas acabou eliminado da Copa do Brasil de 2014. Na noite desta quarta-feira (13), no Morumbi, o São Paulo foi derrotado pelo Bragantino por 3 a 1 e, assim, se despediu do torneio. Na ida, em Ribeirão Preto, a equipe são-paulina havia vencido por 2 a 1, mas não foi suficiente para garantir a sua permanência na competição nacional.

Os gols da partida foram marcados por Paulo Miranda, que abriu o placar para o Tricolor, e Cesinha, Gustavo Carbonieri e Guilherme Mattis, que decretaram o triunfo dos visitantes. Com o revés, o clube seguirá agora na disputa da Copa Sul-Americana deste ano.

Poupando alguns titulares, além de uma série de desfalques, o técnico Muricy Ramalho escalou o time com Rogério Ceni; Luis Ricardo, Paulo Miranda, Edson Silva e Alvaro Pereira; Souza, Maicon e Paulo Henrique Ganso; Ademilson, Alexandre Pato e Osvaldo.

Com a bola rolando, o jogo começou bastante disputado. O Bragantino ficava mais tempo com a bola no ataque, mas aos poucos foi perdendo terreno e viu o Tricolor dominar as ações da partida. Dessa forma, as redes logo balançaram na fria capital paulista. Aos 7 minutos, após cobrança de escanteio, Paulo Miranda subiu mais alto que o goleiro Renan e tirou o zero do placar.

Com a vantagem no marcador, os anfitriões começaram a tocar a bola com mais tranquilidade e conseguia envolver o adversário. No entanto, atrás do empate, os visitantes se lançaram ao campo de ataque e conseguiram bater Rogério. Aos 23, Cesinha bateu de primeira e igualou o confronto: 1 a 1. Depois de sofrer o gol, o São Paulo não conseguia mais trocar passes e chegar com perigo e, dessa forma, sofreu pressão do Bragantino até o intervalo.

Na volta para a segunda etapa, tentando retomar o controle do embate e dar mais marcação ao meio de campo, Muricy promoveu a entrada de Denilson no lugar de Maicon. Porém, diante de um rival mais ofensivo, o São Paulo não encontrava espaços para contra-atacar.

Ademilson, aos 9, até assustou a equipe de Bragança em chute cruzado, mas os visitantes seguiam rondando a área são-paulina. E de tanto insistir, o clube do interior conquistou a virada. Gustavo Carbonieri, após cobrança de escanteio anotou o terceiro gol do duelo: 2 a 1.

E se o cenário não era favorável, o panorama da partida ficou ainda mais complicado para o Tricolor aos 30 minutos. Guilherme Mattis aproveitou bate e rebate para balançar as redes e ampliar a vantagem no Morumbi: 3 a 1, que se manteve até o apito final e garantiu a vaga aos visitantes.