São Paulo F.C



Tricolor vence o Ceará e larga na frente nas quartas da CONMEBOL Sul-Americana

Com 52 mil torcedores no Morumbi, São Paulo bateu o adversário por 1 a 0 pelo duelo de ida

O Tricolor largou na frente nas quartas de final da CONMEBOL Sul-Americana de 2022. Nesta quarta-feira (3), com 52 mil torcedores no Morumbi, o São Paulo venceu o Ceará por 1 a 0 pelo duelo de ida.

> FOTOS DO JOGO!

O gol são-paulino foi marcado por Nikão, que entrou na segunda etapa e balançou as redes. Com o triunfo, o Tricolor ganhou o direito de atuar pelo empate no decisivo confronto de volta, que está agendado para o dia no dia 10 de agosto (quarta-feira), às 19h15, em Fortaleza.

> FOTOS DA TORCIDA!

Antes da partida no Castelão, o São Paulo receberá o Flamengo no próximo sábado (6), às 20h30, no Estádio Cícero Pompeu de Toledo, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Para o duelo desta noite, o time não contou com Arboleda (cirurgia no tornozelo esquerdo), Luan (cirurgia no adutor esquerdo), Caio (cirurgia no joelho direito), Jandrei (trauma nas costas), André Anderson (dores musculares), Alisson (aprimora a forma física após entorse no joelho direito) e Patrick (aprimora a forma física após edema na região posterior da coxa esquerda).

O técnico Rogério Ceni escalou a equipe com Felipe Alves; Diego Costa, Miranda e Léo; Igor Vinícius, Gabriel Neves, Rodrigo Nestor, Igor Gomes e Welington; Luciano e Calleri.

No primeiro tempo, apesar do ímpeto de ambos os lados, as redes não balançaram: os visitantes acertaram a trave com Nino Paraíba, enquanto o Tricolor levou perigo com Léo, que parou em grande defesa do goleiro adversário.

Na etapa complementar, contagiado pela #TorcidaQueConduz, o São Paulo tratou de pressionar o Ceará e armou uma blitz logo nos primeiros minutos.

Para dar fôlego novo ao time neste ataque aos visitantes, Ceni promoveu as entradas de Pablo Maia, Galoppo e Nikão nos lugares de Gabriel Neves, Igor Gomes e Luciano. E foi assim que a equipe são-paulina conseguiu balançar as redes.

Aos 24 minutos: Nikão recebeu, ajeitou para a perna esquerda e bateu firme para marcar! 1 a 0! Depois, aos 32, a arbitragem assinalou pênalti em Calleri após cotovelada dentro da área: o argentino cobrou, mas o arqueiro espalmou, e o placar não foi alterado novamente. 1 a 0.

 

SÃO PAULO 1 X 0 CEARÁ

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 03/08/2002 (quarta-feira)
Horário: 19h15
Transmissão: Conmebol TV

SPFC: Felipe Alves; Diego, Miranda e Léo; Igor Vinícius, Gabriel (Pablo Maia, 19/2), Rodrigo Nestor (Andrés, 50/2), Igor Gomes (Galoppo, 20/2) e Welington; Luciano (Nikão, 19/2) e Calleri (Eder, 39/2). Técnico: Rogério Ceni

Gol: Nikão, 24/2

CSC: João Ricardo, Nino Paraíba, Messias, Luiz Otávio e Victor Luis; Richardson, Richard Coelho, Mendoza, Diego (Fernando Sobral, 4/1) e Vina; Iury Castilho (Cléber, 10/2). Técnico: Marquinhos Santos

Cartões amarelos: Nino Paraíba, 13/1; Welington, 41/1; Victor Luis, 34/2; Pablo Maia, 49/2

Público pagante: 52.338
Renda: R$ 2.953.068,00

Árbitro: Piero Maza (CHL)
Assistentes: Christian Schiemann (CHL) e Claudio Rios (CHL)
Quarto árbitro: Nicolas Gamboa (CHL)
VAR: Jhon Perdomo (COL)