São Paulo F.C



Tricolor perde para o Botafogo em Ribeirão

Com um time alternativo e jovem, São Paulo sofre derrota por 1 a 0 no interior paulista

O São Paulo foi derrotado pelo Botafogo-SP por 1 a 0 neste domingo (8), no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP), em duelo válido pela nona rodada do Campeonato Paulista. O gol do adversário foi anotado por Didi, na etapa final.

MAIS FOTOS DO JOGO

Com o resultado, o time são-paulino se manteve com 15 pontos em nove rodadas, ainda em vantagem sobre as outras equipes do Grupo C: Mirassol (13 pontos), Inter de Limeira (10 pontos) e Ituano (9 pontos). Restam três rodadas para encerrar a primeira fase do Estadual.

O próximo compromisso pelo Paulistão será no sábado (14), diante do Santos, às 19h, no Morumbi. Antes, no entanto, o Tricolor terá outro importantíssimo confronto pela Copa Libertadores: São Paulo x LDU, quarta-feira (11), às 21h30, também no Morumbi. A presença dos torcedores será fundamental.

Já pensando no duelo pela competição continental, o técnico Fernando Diniz preservou alguns atletas e escalou um time alternativo diante do Botafogo-SP, com muitos jovens formados no clube. Assim, a equipe iniciou com Volpi; Diego Costa, Luan, Anderson Martins e Everton; Liziero, Rodrigo Nestor e Shaylon; Fabinho, Brenner e Toró.

No primeiro tempo, o Tricolor criou as melhores oportunidades e poderia ter saído em vantagem para o intervalo. Fabinho e Toró tiveram boas chances, e Shaylon acertou o travessão em um chute de fora da área.

Na segunda etapa, entretanto, o time caiu de rendimento e não conseguiu manter o controle do jogo como fez no primeiro tempo. Em uma cobrança de escanteio, Didi subiu mais alto que a zaga são-paulina e anotou o único gol da partida para os donos da casa.

 

BOTAFOGO-SP 1 x 0 SÃO PAULO
Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Data: 08/03/2020 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)

SPFC: Volpi; Diego (Lucas Fasson, 27/2), Luan, Anderson Martins e Everton (Wellington, 23/2); Liziero, Rodrigo Nestor e Shaylon; Fabinho (Tréllez, 12/2), Brenner e Toró. Técnico: Fernando Diniz

BFC: Darley; Caíque Sá (Valdemir, 43/2), Didi, Robson e Gilson; Victor Bolt, Naldo e Matheus Anjos (Luketa, 22/2); Ronald (Gabriel Calabres, 34/2), Rafinha e Wellington. Técnico: Claudinei Oliveira

Gol: Didi, 27/2

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Gustavo Rodrigues de Oliveira
Cartões amarelos: Caíque Sá, 45/1; Toró, 16/2