São Paulo F.C



"Melhoramos muito, e o clássico merecia gol"

Elenco avaliou o Choque-Rei, que apesar do empate sem gols foi bem disputado neste sábado (30)

2352.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

O empate sem gols entre São Paulo e Palmeiras neste sábado (30), no Morumbi, não retratou com exatidão como foi o primeiro duelo da semifinal do Campeonato Paulista. Em evolução, o Tricolor encarou o rival de igual para igual, criou chances e proporcionou uma partida franca, com situações de gols para os dois lados.

As duas equipes carimbaram a trave, e o time são-paulino ainda teve um gol anulado – marcado por Arboleda. “Melhoramos muito, e o clássico merecia gol. Foi um jogo bem disputado, tivemos oportunidades e eles também”, avaliou Hudson, que completou.

“O São Paulo evoluiu na transição, está mais leve e confiante neste mata-mata. E o confronto com o Palmeiras foi um bom parâmetro para avaliar o nosso time. Agora, vamos com tudo para o jogo da volta”, analisou o capitão, que teve a opinião compartilhada pelos companheiros.

“O jogo de volta será duro e difícil, mas pelo que apresentamos hoje dá para acreditar na classificação. Precisávamos dar uma resposta positiva ao nosso torcedor, e acredito que conseguimos isso apesar do empate. Fizemos uma grande partida e poderíamos ter vencido. Temos que seguir neste ritmo”, disse o atacante Pablo.

Após o confronto deste sábado, as equipes ficarão frente a frente novamente no próximo domingo (7), às 16h, no Allianz Parque, em duelo que definirá um dos finalistas do estadual – Corinthians e Santos se enfrentam na outra semifinal.

“Não foi um bom resultado por jogar em casa, mas temos que exaltar que tem uma equipe de qualidade do outro lado. As melhores chances foram nossas, mas a bola não quis entrar. O jogo lá será difícil, mas vamos sair com a classificação para a final”, concluiu o lateral-esquerdo Reinaldo.

O Choque-Rei deste final de semana marcou a estreia do novo uniforme do clube – confeccionado pela adidas – e o reencontro de Alexandre Pato com o torcedor são-paulino, que compareceu em grande número: o atacante, de volta ao São Paulo, subiu ao gramado antes do jogo e foi saudado e pelos 43 mil torcedores presentes no estádio.