São Paulo F.C



O primeiro San-São de uma nova era

Sob o comando de Rogério Ceni, Tricolor tenta quebrar tabu na noite desta quarta-feira na Vila Belmiro

3901.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

No dia em que festeja os 20 anos de seu primeiro gol, marcado no dia 15 de fevereiro diante do União São João de Araras, Rogério Ceni encara o seu primeiro San-São como treinador. Na noite desta quarta-feira (15), na Vila Belmiro, o Tricolor visita os santistas às 21h45 (de Brasília) pela terceira rodada do Campeonato Paulista com a missão de quebrar um incômodo tabu na casa do rival. O time são-paulino não vence o santista, na Vila Belmiro, desde 2009: as equipes protagonizaram um San-São de sete gols. Melhor para o Tricolor, que marcou quatro vezes e venceu por 4 a 3.

Na ocasião, o então goleiro Rogério Ceni deixou a sua marca e ajudou os visitantes. De lá para cá, foram 11 partidas no Estádio Urbano Caldeira: sete derrotas e quatro empates. E para retomar o caminho das vitórias na Baixada Santista, o Tricolor conta com um camisa 10 inspirado. “Felizmente saímos vitoriosos, porque o Santos é um time difícil de ser batido em casa. Eles têm uma equipe consistente e que cresceu muitos nos últimos anos na Vila Belmiro”, afirmou o comandante, que acrescentou.

“A vitória por 4 a 3 mostrou bem isso, que não é fácil bater o time deles. Depois do gol, soubemos segurar o resultado e conquistamos a vitória. O Santos tem um aproveitamento altíssimo jogando na Vila Belmiro, e sempre foi complicado enfrentá-los lá. Agora não posso mais tentar marcar um gol de falta (risos), mas posso colaborar com a formação do time e tentar fazer com que este início de 2017 seja diferente”, avaliou o treinador, que completou.

“Será o nosso segundo clássico na temporada, o primeiro no Campeonato Paulista e em um dos lugares mais complicados para jogar: a Vila Belmiro. Vamos tentar fazer o nosso melhor para conquistar um resultado positivo, porque queremos a vitória”, finalizou Rogério Ceni, que conta com um camisa 10 inspirado para encarar o clássico.

Com um gol e uma assistência, o peruano Cueva foi um dos destaques no triunfo sobre os campineiros e deixou o Estádio Cícero Pompeu de Toledo embalado para disputar o seu primeiro clássico na Vila Belmiro. “Estou muito contente com o momento da nossa equipe, porque conseguimos uma boa vitória na última rodada. O melhor de tudo, além das atuações individuais, foi ver que o time jogou bem e procurou vencer do começo ao fim. E é isto que temos que levar para o clássico”, afirmou o peruano, que emendou.

“Todo o grupo quer melhorar a cada partida. Cada jogo é uma oportunidade para melhorar e colocar em prática o que temos feito nos treinos. Essa é a nossa mentalidade. Se é um clássico ou não, não importa. Temos que jogar para ganhar. Claro que jogos assim dão uma motivação maior, mas o nosso foco é melhorar coletivamente para vencer e ter um time forte. É assim que encaramos o duelo com o Santos”, finalizou o meia, que fará a sua estreia na casa do rival.

SANTOS x SÃO PAULO

Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)

Data: 15/02/2017 (quarta-feira)

Horário: 21h45 (de Brasília)

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo

Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo