São Paulo F.C



Campeão em 2005, Lugano reforça importância do Paulista: "Nos impulsionou"

Uruguaio valorizou a disputa do estadual, que pode fortalecer o Tricolor na Libertadores da América

Tradicionalmente, principalmente quando as equipes conciliam com a disputa da Libertadores da América, as competições regionais não são as prioridades para o torcedor. No entanto, além de poder garantir mais um troféu para a galeria de conquistas do clube, o Campeonato Paulista pode fortalecer ainda mais os times nas brigas por outras taças durante a temporada. Único atleta do elenco presente na última campanha vitoriosa do Tricolor no estadual, em 2005, o uruguaio Diego Lugano enalteceu a competição e revelou que o torneio daquele ano impulsionou o São Paulo.

"O estadual é um dos quatro ou cinco títulos que todos os times querem ganhar no ano. E por ser a primeira disputa da temporada, é muito importante começar bem. Geralmente, nesta fase, as equipes ainda estão em formação, conhecendo melhor os técnicos e os reforços, então é fundamental saber aproveitar este período. Além do troféu, que já é importante, uma campanha vitoriosa dá mais estabilidade ao trabalho e confiança para brigar por conquistas maiores no decorrer do ano", afirmou DIO5, que completou.

"O São Paulo não vence o estadual há muito tempo, então temos que valorizar a disputa ainda mais para quebrar isso", acrescentou o zagueiro, que era uma das grandes armas na última conquista do clube no campeonato. Aliás, de acordo com o próprio uruguaio, a campanha vitoriosa no estadual de 2005 não só impulsionou o Tricolor, como colocou Lugano em outro patamar na carreira.

Quando chegou ao futebol brasileiro, em 2003, o marcador trazia no currículo conquistas em seu país natal, mas sem grande protagonismo. No São Paulo, porém, isto mudou a partir do momento em que ergueu a sua primeira taça pelo clube: a do Paulistão. A partir dali, com uma geração que está eternizada na memória da torcida são-paulina, o Tricolor ganhou fôlego extra para vencer a Libertadores e o Mundial daquele ano e, mais tarde, faturar três conquistas consecutivas do Campeonato Brasileiro.

"Entendo que a mentalidade de jogadores e torcedores seja a briga por torneios maiores, mas o importante é ter uma mentalidade vencedora como a do São Paulo, porque todo título é importante. Não importa qual seja. Claro que Libertadores e Mundial têm um peso maior, mas naquele momento o Paulista nos impulsionou e foi importante para formar um grupo vitorioso. Aquela conquista coroou a nossa campanha, mostrou que o nosso time estava bem e ganhamos força para outros desafios", recordou o defensor, que emendou.

"No geral, qualquer atleta de clube grande tem que entrar para vencer sempre. O Paulista dá status e prestígio para o vencedor. Por isso vamos lutar para ganhá-lo em 2016", finalizou. Ciente da importância de saber aproveitar este período para formar um time forte, o técnico Edgardo Bauza tem repetido a escalação dos titulares com frequência e testado algumas variações táticas. Além disso, Patón tem recuperado a confiança do elenco antes de visitar o River Plate-ARG pela Libertadores da América na próxima semana.

Na última terça-feira (1º de março), o São Paulo derrotou o Mogi Mirim pela competição regional e deu um importante passo para reagir na temporada. No sábado (5), novamente no Morumbi, o Tricolor receberá o São Bernardo na última parada antes de visitar os argentinos e se manter firme na briga pelo título.